“BANANA WAX/THE LEGENDS” ROLOU EM BALN. CAMBORIÚ COM A PRESENÇA DOS GRANDES ÍCONES DO SURF CATARINENSE!

By fecasurf | 10 de outubro de 2017 | Destaque, Notícias

A “SEGUNDA ETAPA” DO CATARINENSE MASTER TROUXE LENDAS DO SURF E UM NÍVEL “PRO” NAS DISPUTAS DAS 6 CATEGORIAS!

A Praia de Balneário Camboriú, não decepcionou, o mar colaborou com a segunda etapa do Catarinense Master e “BANANA WAX/THE LEGENDS” teve um nível de competição bem elevado. Além da confirmação com a presença de grandes nomes e foi uma etapa digna de Lendas do Surf Catarinense.
As previsões se confirmaram, o swell colaborou e deu boas ondas durante os dois dias de competição. A ondulação entro bem na bancado do Maxim, o vento não prejudicou a formação e deu boas ondas como previsto.
O evento foi surpreendente, grandes nomes marcaram presença na etapa e atletas veteranos mostraram um surf de alto nível.
No sábado, primeiro dia do evento, as categorias que entraram na água foram a Open e a Sup Wave.
A categoria Sup Wave, estreou nesta etapa, foi bem aceita pelos participantes desta modalidade, sendo que muitos já possuem títulos nacionais e por isso as finais foram de grandes disputas onda a onda surfada no remo.
O domingo foi reservado para quatro categorias, o evento começou as 08:00 da manhã e terminou as 17:00 com a cerimonia da premiação.

DESTAQUES NO SUP WAVE: O grande vencedor foi Adriano Trinca Ferro, Prata da Casa, contou com a vibração da galera na praia, mandou ver nas manobras que foram de grande expressão, conhece bem as valas do Maxim, executou manobras bem ousadas, aproveitou ao máximo a extensão das ondas e detonou até a beira resultando em boas notas. Em Segundo lugar, Carlos Veloso, também de Balneário Camboriú, deu uma virada daquelas, conseguiu achar boas valas na bateria e também foi destaque. Na terceira posição ficou Evandro dos Santos, que já possuí uma longa carreira nas competições, é o atual líder na Sup Wave no Brasileiro, já foi Tri Campeão Brasileiro(Sup Wave), foi páreo duro até os últimos minutos nas disputas mesmo assim mas não conseguiu virar. Em quarto lugar ficou Jonas Lima. NA Premiação do STAND UP WAVE, a “DA HUI” premiou o Campeão com uma “PRANCHA DE STAND UP TODA EQUIPADA” e engrandeceu bastante a premiação do “Sup Wave”.

DESTAQUES NA OPEN: Um nível altíssimo nesta categoria e que também finalizou no sábado, primeiro dia de competição. O grande Campeão foi Ramiro Rubim, de Floripa, Campeche, mandou super bem de ponta a ponta na bateria, não deixou os adversários se aproximar das sua somatórias, soube lidar com a pressão e acabou dando um show de manobras bem precisas. O Segundo colocado, Thales Marx, chegou junto em alguns momentos, mas não deu tempo de virar em cima de Ramiro e também merece destaque. Na terceira colocação, ficou um dos surfistas mais competitivos de Floripa, Estamos falando de Ronaldo Silveira, que nas fases anteriores mostrou ser candidato ao título, mas na final a coisa complicou e não teve chances de achar uma onda para virar. André Gonçalves ficou em quarto lugar.

DESTAQUES NA MASTER: Nesta categoria, os atletas tem que ter idade a partir dos 35 anos(nascidos até 31/12/1981), muitos destes competidores ainda estão bem na ativa e mandaram um ritmo forte nas baterias. O Grande Campeão foi Raphael Becker, vale ressaltar que Becker, foi “Campeão Mundial” no ISA GAMES que rolou no Brasil em 2000, além de possuir vários títulos catarinenses, no total de cinco, sendo dois de campeão catarinense na iniciantes, duas vezes campeão catarinense Open e um título de campeão Profissional. Vai vendo o nível dos participantes… Na segunda colocação, ficou o Surfista de Itapema com pé em Balneário Camboriú, André Zanini, lamentou muito por não ter virado na sua última onda, também vale destacar que Zanini, foi vencedor na etapa de abertura em Barra do Sul e briga pela busca do título no ranking desta temporada do catarinense máster. Zanini, já foi Campeão Brasileiro Universitário e Vice-Campeão Catarinense Pro em 2002. Na terceira colocação ficou um dos surfistas mais dedicados que conheço, Rodrigo Wazlawick, não achou as valas na reta final de sua bateria, no começo pegou uma onda boa, chegou a liderar, mas depois o caldo engrossou e ficou por ai mesmo. Em quarto lugar ficou Rodrigo Viudes.

DESTAQUES NA GRAN MASTER/(A partir de 40 anos): Bateria Casca Grossa! Digno de um “Gran Master”, Evandro dos Santos foi o Campeão em sua segunda final na etapa, ressaltando que na década de 90, Evandro, reinava nas competições, foi campeão em todas as modalidades de base no circuito da Fecasurf, foi três vezes vice-campeão profissional e ainda está surfando como nas antigas. Evandro sabe competir, tem boa colocação dentro da água, faz exatamente o que os juízes querem ver e por isso foi um grande destaque nesta etapa. Só pra sentir o nível, o Vice campeão foi Roni Ronaldo, de Garopaba, eterno “Ícone” do surf catarinense, Bi Campeão Brasileiro na Master e Gran Kahuna, Roni, ainda manda muito nas competições, já atravessou gerações e continua surfando muito. Em terceiro lugar, ficou o surfista radicado em Balneário Camboriú, Marcio Leal, conseguiu achar umas ondas boas no começo da bateria, mas as disputas foram esquentando e ficou por ai mesmo. Em quarto lugar ficou Rodrigo Viudes, que fez duas finais e também mandou ver.

DESTAQUES NA KAHUNA/(A partir de 45 anos): Prata da Casa, Saulo Lyra foi o nome em Balneário Camboriú e merecidamente foi Campeão em duas modalidades. Esse sim sabe competir, tem uma experiência que faz a diferença, Saulo, possui títulos de grande importância no cenário Nacional e além de tudo um grande “Big Rider” Saulo Lyra, foi Campeão Brasileiro máster em 200 e 2001, Campeão Brasileiro Gran Master em 20012, Foi Campeão Catarinense Profissional em 90/91, Campeão Gran Master 2015 e Campeão catarinense da Kahuna em 2016. Parece que as ondas estavam endereçadas ao Saulo, pois as Valinhas que pegou, abriram até a beira, usou de sua experiência e soube comandar o show. O vice campeão, Júnior Maciel, sem duvidas é um talento a parte, Juninho, tem uma longa carreira no surf catarinense, osso duro de roer nas disputas, entrou como favorito, mas as valas não apareceram e não conseguiu vira. O currículo de Junior Maciel é bem extenso, foi nove vezes campeão catarinense máster, Vice campeão Master 2003, foi campeão catarinense profissional em 94 e também já foi Presidente da Fecasurf. O empresário, fabricante de pranchas, M’Dio, foi outro destaque no evento, também mandou bem e foi terceiro colocado. Em quarto lugar ficou outro surfista bem competitivo, outro shaper bem conceituado em Santa Catarina, falo de Rubens Farias, que também possui vários títulos e faz parte dos melhores competidores catarinense.

DESTAQUES NA GRAN KAHUNA/(A partir de 50 anos): Mais uma vitória do Surfista prata da Casa que vale ouro! Saulo Lyra repete os mesmos resultados na etapa de abertura em Barra do Sul e venceu mais uma das modalidades em disputa. Na segunda colocação ficou Marcelo(M’Dio), em terceiro lugar ficou Carlinhos Santos de Imbituba, outro surfista que merece nossos aplausos, pois fez uma bela história no cenário nacional e mundial. Carlos Santos foi Campeão Mundial Master em 2003, foi três vezes semi finalista no mundial máster e foi campeão catarinense profissional em 91. Na quarta colocação, ficou Josué Rezende e que também mandou bem por chegar na final.

PREMIAÇÃO: A premiação foi muito boa nesta etapa. Continua seguindo o Livro de Regras da Fecasurf e ofereceu prêmios além do indicado! Os campeões das categorias receberam PRANCHAS MRH(menos a Sup Wave). Os segundos colocados receberam ÓCULOS DA HUI/SUPER KITS e os Terceiros e Quarto Colocados também receberam Troféus + SUPER KITS DA HUI/BANANA WAX. A premiação desta etapa ultrapassou a casa dos R$ 10.000,00(dez mil reais) e é considerada uma das melhores do Brasil.
O promotor do evento, Fred Leite, também merece destaque, pois está valorizando bastante os atletas e a premiação dos eventos.

PRÓXIMA PARADA: Guarda do Embaú! A última etapa vai acontecer em Dezembro nos dias 09 e 10 e promete ser de grandes emoções nas disputas pelos títulos.

O “Banana Wax” The Legends é apresentado por DA HUI, KOS BLANKS e MRH SURFBOARDS
PATROCÍNIO: Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, Fundação Municipal de Esportes, Embaú Surf Club, Vieiras Hotel e Surfers Paradise
REALIZAÇÃO: ASBC – Associação de Surf de Balneário Camboriú e Fred Leite(Promotor do Evento)
SUPERVISÃO E HOLOGAÇÃO: FECASURF – Federação Catarinense de Surf.
Apoio de Mídia: Pedrones e De Olho No Mar

CONFIRA OS RESULTADOS DA SEGUNDA ETAPA QUE ROLOU EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

CATEGORIA OPEN
1º Ramiro Rubim
2º Thales Marx
3º Ronaldo Silveira
4º André Goncalves

CATEGORIA SUP WAVE
1º Adriano Trinca Ferro
2º Carlos Veloso
3º Evandro dos Santos
4º Jonas Lima

CATEGORIA MASTER
1º Raphael Becker
2º André Zanini
3º Rodrigo Wazlawick
4º Rodrigo Viudes

CATEGORIA GRAN MASTER
1º Evandro dos Santos
3º Roni Ronaldo
2º Marcio Leal
4º Rodrigo Viudes

CATEGORIA KAHUNA
1º Saulo Lyra
2º Junior Maciel
3º M.Dio
4º Rubens Farias

CATEGORIA GRAN KAHUNA
1º Saulo Lyra
2º M.Dio
3º Carlos Santos
4º Josué Rezende

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,