CATARINENSES NO MUNDIAL DA WSL!!!

By fecasurf | 9 de maio de 2017 | Destaque

Os atletas catarinenses formados nas categorias de base da Fecasurf,  Tainá Hickel e Yago Dora venceram ontem as triagens e competem hoje na etapa brasileira do Circuito Mundial – WSL, o OI Rio Pro que começa hoje em Itaúna, na Praia de Saquarema, Rio de Janeiro. A família Fecasurf tem o prazer de parabenizar Carlos Kxot e Leandro Dora, por todo o trabalho, compromisso com o esporte e muita perseverança!! Somos todos Yago e Tainá!!!

Dois talentos forjados no litoral catarinense, Yago Dora e Tainá Hinckel conquistaram nesta segunda-feira as última vagas no Oi Rio Pro, a etapa brasileira da World Surf League Championship Tour, que deve começar nesta terça-feira, na Praia de Itaúna, em Saquarema, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Yago Dora, atual número 3 do World Qualifying Series ganhou o direito de disputar a triagem depois que Jessé Mendes, líder do WQS, recebeu o primeiro convite da WSL para disputar a etapa brasileira.

 

Para garantir a vaga, Yago surfou as melhores ondas que entraram na bateria, arracando duas notas na casa dos 7 pontos. O big-rider de Saquarema, Lucas “Chumbinho” Chianca, ficou em segundo lugar, com o ex-top do CT, Raoni Monteiro, em terceiro, Yan Guimarães em quarto e o campeão mundial Pro Junior de 2015, Lucas Silveira, em quinto
Agora, Yago vai encarar o havaiano John John Florence e o australiano Jack Freestone na sexta bateria da primeira fase do Oi Rio Pro.

Eu vim bem focado para essa triagem e foi irado. Já tinha visto a previsão que ia ter boas ondas e estava bem feliz só por ter essa oportunidade de disputar uma vaga pro campeonato“, disse Yago Dora. “Foi animal conseguir a classificação e agora tem o John John (Florence) e o Jack Freestone pela frente já, mas estou com uma expectativa boa e certamente será uma grande experiência para mim. É uma oportunidade incrível que quero aproveitar ao máximo. Estou bem no QS esse ano pra poder estar no CT no ano que vem, então é um bom aperitivo pra mim poder enfrentar os finalistas do ano passado logo na primeira bateria“.

Tainá já disputa etapas da divisão de acesso como o QS 1000 Carve Pro. Foto WSL/Damien

A promessa da Guarda do Embaú, Tainá Hinckel completou 14 anos e apenas confirmou tudo que se diz sobre seu talento. Campeão sul-americana Júnior, a catarinense superou meninas mais experientes para ficar com a vaga no evento principal feminino. As cariocas Taís Almeida (2º lugar) e Karol Ribeiro (4ª), a catarinense Jacqueline Silva (3º), e a campeã sul-americana profissional da WSL South America, a paranaense Nathalie Martins (5º), também estavam na briga pela vaga.

“Sem palavras para o dia de hoje, com certeza o melhor dia da minha vida! jamais poderia receber um presente melhor que esse, campeã do trials aqui em saquarema e assim confirmada no @oiriopro CT 2017… tenho muita gente pra agradecer! Agora, um novo ciclo que começa, um ano mais velha e de mais experiência. Vamos com tudo amanhã, borá se divertir”, escreveu Tainá, nas redes sociais.

Agora, Tainá será a primeira brasileira a cair na água, pois está escalada para encarar a australiana Stephanie Gilmore, atual líder do ranking, e a também australiana Keely Andrew na terceira bateria. Silvana Lima entra na sexta e última bateria da primeira fase contra a francesa Johanne Defay e a americana Lakey Peterson.

É um sonho que está sendo realizado e eu espero fazer uma boa participação no evento. O mar deu uma crescida desde o dia que cheguei aqui, tem altas ondas e consegui me encaixar legal na valinha. Agora vou enfrentar minha ídola né, competir com ela vai ser um sonho, mas quero me divertir e o que tiver que acontecer, vai acontecer. Meu grande objetivo era entrar no campeonato e só Deus sabe o dia de amanhã“, completou.

 

Fontes: Site Waves e Rico Surf