Itajaí Pro decide os títulos da segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional na Praia Brava

By fecasurf | 24 de julho de 2022 | Destaque, Notícias

Tainá Hinckel e Peterson Crisanto fizeram os recordes do evento no sábado que definiu as quartas de final masculinas e as semifinais femininas em Itajaí

Valentina Zanoni (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Matheus Navarro (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Tainá Hinckel (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Marco Giorgi (URU)
(Marcio David / Fecasurf)

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR MAIS FOTOS DO SÁBADO

O Itajaí Pro vai decidir na manhã deste domingo, os títulos da segunda etapa do Circuito Estadual Profissional da Federação Catarinense de Surf. As ondas não subiram para a competição acontecer nos Molhes da Atalaia, então está sendo toda realizada na estrutura alternativa instalada na Praia Brava. No sábado, a catarinense Tainá Hinckel e o paranaense Peterson Crisanto fizeram os recordes do campeonato, nas disputas pelas vagas nas semifinais femininas e nas quartas de final masculinas. O domingo decisivo vai começar às 8h00 em Itajaí, ao vivo pelo www.fecasurf.com.br.

O primeiro duelo do último dia será o do uruguaio Marco Giorgi, campeão catarinense profissional de 2014, com o baiano Yagê Araujo. As duas baterias seguintes serão 100% catarinenses, com Hedieferson Junior enfrentando Ronaldo Alves na segunda e Matheus Navarro e Walley Guimarães na terceira. Já a última quarta de final terá o recordista absoluto do Itajaí Pro, Peterson Crisanto, contra o argentino Leandro Usuna. Nas semifinais femininas, a líder do ranking, Tainá Hinckel, disputa a primeira bateria com Juliana Quint e na segunda entra outra catarinense, Susã Leal, com a argentina Coco Cianciarulo.

A categoria feminina foi iniciada no sábado, com a primeira campeã catarinense profissional da história, Tainá Hinckel, confirmando o favoritismo com a melhor apresentação entre as meninas. Ela achou uma esquerda boa para mostrar a potência das suas manobras de backside, que valeram nota 8,50. Tainá já tinha surfado bem outra onda para totalizar 14,83 pontos, com Susã Leal avançando em segundo lugar somando 7,10 nas duas notas.

“Estou amarradona de ter passado a bateria. As ondas estão boas e estou feliz por ter feito um bom surfe. Foi irado ter conseguido achar aquela esquerda boa para mostrar o meu surfe e vencer a bateria”, disse Tainá Hinckel, que competiu junto com uma jovem surfista de Itajaí de apenas 11 anos de idade, Valentina Zanoni. “Foi irado, porque um dia eu já fui como ela. Na verdade, eu cresci competindo aqui em Itajaí e estou amarradona por ter feito essa bateria com ela. Um dia eu já estive no lugar dela e ela tem muito futuro, com certeza”.

Valentina Zanoni é a surfista mais jovem a participar do Circuito Catarinense Profissional e até surfou bem duas ondas. Ela terminou em terceiro lugar na bateria e já recebeu seu primeiro prêmio de 750 Reais em dinheiro, pela quinta posição no Itajaí Pro. “Foi muito legal e deu pra aprender bastante. Eu consegui fazer meu surfe e, para ser sincera, eu me senti lisonjeada em competir com a Tainá (Hinckel). Foi muito legal e vamos pra próxima”.

A outra bateria feminina do Itajaí Pro foi vencida pela argentina Coco Cianciarulo, que pegou as melhores ondas para derrotar três catarinenses. A experiente Juliana Quint, que já foi vice-campeã brasileira profissional, se classificou em segundo lugar. As duas eliminaram a atual campeã estadual amadora, Yasmin Dias, além de Rafaela Dmitruk. A primeira fase feminina aconteceu antes da batalha pelas vagas para as quartas de final masculinas, que fecharam o longo sábado de céu nublado, vento sul frio, mas com boas ondas na Praia Brava.

RECORDISTA ABSOLUTO – O grande destaque do dia foi Peterson Crisanto. O paranaense que estava na elite mundial da World Surf League no Championship Tour do ano passado, achou boas ondas para fazer os recordes do Itajaí Pro. O show começou numa direita detonada por uma série de quatro ataques potentes de frontside, que valeram nota 8,67. Depois, pegou uma esquerda que formou a rampa para voar de backside, fazer o giro completo no ar e ganhar nota 9,00, já totalizando 17,67 pontos. Peterson ainda surfou outra direita com grandes manobras que receberam 8,13 dos juízes, nota que acabou sendo descartada.

“É um sentimento muito bom, estar sendo recompensado por todo trabalho que eu vinha me dedicando”, disse Peterson Crisanto. “Conseguir fazer três notas excelentes nessa condição difícil do mar, é fruto de muito trabalho e dedicação. Eu venho treinando bastante durante esse ano, tanto de backside como de frontside. Consegui mandar um aéreo de backside que tenho acertado nos treinos, fiz uma direita também de quatro manobras boas, então acho que estou preparado para competir em qualquer tipo de condição”.

Depois de se tornar o recordista absoluto do Itajaí Pro nas ondas da Praia Brava, Peterson Crisanto teve mais trabalho para se classificar para as quartas de final. Na penúltima bateria do dia, ele só conseguiu a vaga na onda que surfou nos minutos finais do confronto vencido pelo catarinense Walley Guimarães. E o sábado foi encerrado com Matheus Navarro quebrando a invencibilidade do argentino Leandro Usuna em Itajaí.

LOCAL DA BRAVA – Os dois conquistaram as últimas vagas para as quartas de final, contra o catarinense Fellipe Ximenes e o carioca campeão mundial Pro Junior da WSL, Lucas Silveira. O argentino tinha vencido todas as baterias que disputou, desde a primeira fase na sexta-feira. Já Matheus é local da Praia Brava e venceu a última etapa do Circuito Catarinense Profissional realizada em Itajaí em 2011, nessas mesmas ondas próximas do Canto do Morcego.

“Eu sou nascido e criado aqui na Praia Brava, estou amarradão em passar três baterias hoje e muito feliz em estar nas quartas de final”, disse Matheus Navarro. “Já faz muitos anos que não tem um evento importante aqui na Praia Brava, para poder surfar na frente dos meus amigos, minha família. A última etapa do Catarinense foi 11 anos atrás e eu tive a felicidade de vencer. E esse evento está sendo muito bom pra mim, por servir de preparação para os próximos desafios do Challenger Series, que é o meu grande foco. É muito bom competir no quintal de casa. Fazia tempo que eu não sentia esse gostinho e estou muito feliz”.

Matheus Navarro é um dos brasileiros que estão disputando classificação para a elite mundial do WSL Championship Tour nas etapas do Challenger Series. Além dele, outros três competiram no sábado do Itajaí Pro. O único que não passou para as quartas de final foi o também catarinense Willian Cardoso, eliminado em um confronto vencido pelo próprio Matheus Navarro. Já o paranaense Peterson Crisanto e o uruguaio Marco Giorgi, que mora em Garopaba, se classificaram. Giorgi venceu a bateria que abriu a batalha pelas vagas para o domingo decisivo.

“Foi um dia longo, amanheceu lindo com terralzinho, depois entrou o vento maral e ficou frio, depois ficou calor e as ondas também estão difíceis. Sou um cara meio pesado, mas estou me divertindo porque pelo menos tem bastante ondas”, disse Marco Giorgi. “Deve estar sendo difícil para os juízes, porque cada bateria tá entrando umas dez ondas para cada um, então deve ter sido recorde até (risos). Fazia tempo que eu não passava uma bateria e hoje passei duas, então tá irado e estou feliz em passar para o dia das finais”.

A Associação de Surf das Praias de Itajaí (ASPI) está fechando o “Festival Molhes In Vibe Fico” realizado desde o início do mês nos Molhes da Atalaia, com o Itajaí Pro válido como segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), com patrocínio da Prefeitura de Itajaí, Fico, Motostore Yamaha, copatrocínio do Porto de Itajaí, Bravíssima Private Residence, GoFly Channel, Surfland, Banana Wax e Santa Costa, homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e transmissão ao vivo pelo www.fecasurf.com.br.

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do Itajaí Pro 2022

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

———————————————————–

BATERIAS QUE ABREM O DOMINGO DO ITAJAÍ PRO:

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com R$ 1.000 e 1.220 pts:

1.a: Marco Giorgi (URU) x Yagê Araujo (BA)

2.a: Hedieferson Junior (SC) x Ronaldo Alves (SC)

3.a: Matheus Navarro (SC) x Walley Guimarães (SC)

4.a: Peterson Crisanto (PR) x Leandro Usuna (ARG)

SEMIFINAIS – 3.o lugar com R$ 1.250 e 730 pontos:

1.a: Tainá Hinckel (SC) x Juliana Quint (SC)

2.a: Susã Leal (SC) x Coco Cianciarulo (ARG)

RESULTADOS DO SÁBADO NA PRAIA BRAVA:

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Semifinais:

—-3.a=5.o lugar com R$ 750 e 610 pts e 4.a=7.o lugar com R$ 500 e 555 pts:

01: 1-Tainá Hinckel (SC), 2-Susã Leal (SC), 3-Valentina Zanoni (SC), 4-Larissa Adriano (SC)

02: 1-Coco Cianciarulo (ARG), 2-Juliana Quint (SC), 3-Yasmin Dias (SC), 4-Rafaela Dmitruk (SC)

QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Quartas de Final:

—-3.o=9.o lugar com R$ 550 e 1.000 pts e 4.o=13.o lugar com R$ 450 e 900 pts:

1.a: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Ronaldo Alves (SC), 3-Kaique Oliveira (SC), 4-Luã da Silveira (SC)

2.a: 1-Hedieferson Junior (SC), 2-Yagê Araujo (BA), 3-Caetano Vargas (SC), 4-Leonardo Barcelos (SC)

3.a: 1-Walley Guimarães (SC), 2-Peterson Crisanto (PR), 3-Uriel Sposaro (SC), 4-Derek Adriano (SC)

4.a: 1-Matheus Navarro (SC), 2-Leandro Usuna (ARG), 3-Lucas Silveira (RJ), 4-Fellipe Ximenes (SC)

TERCEIRA FASE – 3.o=17.o lugar com 800 pts e 4.o=25.o lugar com 720 pts:

1.a: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Hedieferson Junior (SC), 3-José Francisco (PB), 4-Niccolas Padaratz (SC)

2.a: 1-Caetano Vargas (SC), 2-Luã da Silveira (SC), 3-Kayki Araujo (BA), 4-Guilherme Ramalho (SC)

3.a: 1-Kaique Oliveira (SC), 2-Yagê Araujo (BA), 3-Moa Soares (SC), 4-Patrick Plachi (SC)

4.a: 1-Leonardo Barcelos (SC), 2-Ronaldo Alves (SC), 3-Yuri Gonçalves (SC), 4-João Carlos Ely (SC)

5.a: 1-Peterson Crisanto (PR), 2-Lucas Silveira (RJ), 3-Luan Wood (SC), 4-Jonathan Busetti (SC)

6.a: 1-Matheus Navarro (SC), 2-Uriel Sposaro (SC), 3-Derek de Souza (SP), 4-Willian Cardoso (SC)

7.a: 1-Derek Adriano (SC), 2-Fellipe Ximenes (SC), 3-Alvaro Bacana (MA), 4-André Luiz (SC)

8.a: 1-Leandro Usuna (ARG), 2-Walley Guimarães (SC), 3-Samuel Serconek (SC), 4-Guilherme Marques (SC)

SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar com 640 pts e 4.o=49.o lugar com 480 pts:

———baterias que abriram o sábado:

09: 1-Jonathan Busetti (SC), 2-Willian Cardoso (SC), 3-Kainan Meira (PR), 4-Agustin Zanotta (URU)

10: 1-Derek de Souza (SP), 2-Peterson Crisanto (PR), 3-Gustavo Machado (SC), w.o-Ronaldo da Silveira (SC)

11: 1-Lucas Silveira (RJ), 2-Matheus Navarro (SC), 3-Swell Henrique (SC), 4-Mateus Ribeiro (SC)

12: 1-Uriel Sposaro (SC), 2-Luan Wood (SC), 3-Ramiro Rubim (SC), 4-Lucas Catapam

13: 1-André Luiz (SC), 2-Samuel Serconek (SC), 3-Teo Rodriguez (SC), 4-Jefferson Silva (SC)

14: 1-Leandro Usuna (ARG), 2-Alvaro Bacana (MA), 3-Diego Rosa (SC), 4-Arian Guimarães (SC)

15: 1-Fellipe Ximenes (SC), 2-Guilherme Marques (SC), 3-Adriano Lemos (SC), 4-Daniel Pedreira (SC)

16: 1-Walley Guimarães (SC), 2-Derek Adriano (SC), 3-José Gundesen (ARG), 4-Pedro Nogueira (SC)