Reunião mensal Fecasurf define objetivos para Circuito Catarinense de Surf Feminino e a viagem da equipe Fecasurf para o Brasileiro de Pernambuco.

By fecasurf | 4 de julho de 2017 | Destaque

Aconteceu nesta segunda feira dia 03 de julho de 2017, a sexta reunião mensal Fecasurf desse ano onde vários assuntos foram discutidos.

O presidente da Fecasurf, Reiginaldo abriu a reunião, explicando aos presentes sobre os desafios e dificuldades  em se levar a Equipe Fecasurf para participar da segunda etapa do Circuito Brasileiro de Surf – CBS Tour 2017. A crise que afeta todo o setor de surfwear e setor público têm dificultado em muito a obtenção de verbas para isso. Reiginaldo explicou que várias iniciativas foram colocadas em prática, como a confecção de um rifa, para angariar fundos, além dos tradicionais contatos com empresas catarinenses. As passagens já foram compradas e a presença do time já foi confirmada junto a CBS.

Lembrando que a equipe catarinense de surf venceu a primeira etapa do brasileiro que aconteceu no mês de abril no Pará, e portanto Santa Catarina lidera o ranking por equipes, e os atletas da Fecasurf estão nas primeiras colocações em várias categorias, inclusive nas que valem vaga para o Mundial Junior da ISA que vai acontecer no mês de setembro no Japão.

Com presença significativa de representantes do surf feminino estadual, a reunião mensal da Fecasurf estabeleceu metas para a realização de um Circuito Catarinense de de Surf Feminino. Tina Vilela, a diretora de surf feminino Fecasurf lidera o movimento para que a categoria tenha um circuito próprio.

Para que o circuito aconteça, várias metas foram estabelecidas, como a criação de um grupo técnico feminino, composto por novas juízas, locutoras e staff, que serão treinadas para esse fim. Varias representantes do surf feminino catarinense inclusive participaram do Curso de Árbitros Fecasurf realizado em Garopaba junto a ASG – Associação de Surf de Garopaba.

Participaram também da reunião, o presidente da Associação de surf do Campeche, Adilson Cupim, o vice presidente da ASESUL, Marcelo.

O diretor regional região leste, Raphael Becker, trouxe as reivindicações dos presidentes da região acerca das dificuldades em se conseguir viabilizar os eventos estaduais, devidos as exigências técnicas elevadas esse ano e procurando soluções, de forma a superar esse momento, sem que haja prejuízo aos atletas das várias categorias incluídas no Circuito Catarinense de 2017.

Com a intenção de dar continuidade aos trabalhos, que nesse ano tem rendido a Fecasurf um circuito fantástico, com seis etapas já realizadas até esse momento, todas obedecendo um alto padrão técnico e de premiação, que tem atraído inclusive atletas de outros estados a participar do SC QS Fecasurf 2017.

A próxima reunião mensal vai acontecer no dia 07 de agosto, e a Fecasurf conta com a sua participação!!