Rip Curl Grom Search começa neste sábado na Praianha, em São Francisco do Sul – SC

By fecasurf | 26 de janeiro de 2018 | Destaque, Notícias

Rip Curl Grom Search começa neste sábado na Praianha, em São Francisco do Sul

COMPETIDORES DE 10 ESTADOS COM ATÉ 16 ANOS DISPUTAM AS 4 CATEGORIAS DO EVENTO,

QUE TERÁ HOMENAGEM AO SURFISTA JEAN DA SILVA DURANTE A PREMIAÇÃO NO DOMINGO

                                                                                                                                                               

Muito surf, atletas de dez estados, disputas acirradas entre os talentos da nova geração, homenagem ao surfista Jean da Silva. A abertura do Rip Curl Grom Search 2018, apresentado por Guaraná Antarctica, será realizada nestes sábado e domingo (27 e 28), na Prainha, em São Francisco do Sul/SC, reunindo 120 surfistas, do Rio Grande do Sul ao Ceará, em busca das vitórias em quatro categorias.

O destaque fica para as disputas entre os mais velhos, com limite de 16 anos, na mirim e na feminina. Os campeões do Circuito, que terá a segunda etapa em Búzios, garantem vagas para a final internacional do evento, em algum lugar do Mundo, com as viagens pagas pela Rip Curl. O evento começa 8 horas nos dois dias e para quem não puder ir até a praia, será realizada a transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.ripcurl.com.br/grom-search-2018-ao-vivo.

Neste sábado, os atletas da mirim abrem as disputas. Os catarinenses chegam fortes com dois talentos locais, Luiz Mendes e Heitor Mueller, além de Wallace Vasco, de Florianópolis. Outros dois nomes fortes são o paulista Eduardo Motta e o cearense radicado no Rio de Janeiro, Cauã Costa. A lista de destaques também conta com mais três surfistas de São Paulo, Diego Aguiar, Caio Costa e Daniel Adisaka, os dois últimos defendendo o Instituto Gabriel Medina (IGM).

Motta, Diego, Caio e Cauã já foram campeões do Rip Curl Grom Search. O surfista do Ceará, inclusive, faturou o título em 2017. Adisaka compete como o atual campeão paulista da categoria, enquanto que Luiz Mendes, além de conhecer muito bem o pico, é o campeão brasileiro iniciante da temporada passada.

Já na iniciante, aparecem como favoritos os paulistas Rodrigo Saldanha, Gabriel de Souza, novamente Caio Costa e Heitor Mueller, e o catarinense Takeshi Oyama. Entre os caçulas da grommet (sub12), Takeshi divide as atenções com os paulistas Murillo Coura e Daniel Duarte, e os paranaenses Anuar Chiah e Ryan Coelho.

Na disputa feminina, Sophia Medina quer seguir a trajetória do irmão, Gabriel, primeiro surfista a faturar o título internacional do evento, em 2010, na Austrália. Aos 12 anos, ainda é jovem, mas já aparece como uma das principais surfistas do campeonato, junto com as cariocas Júlia Duarte e Maju Freitas e a catarinense Rafaela Coelho.

HOMENAGEM – Fora do mar, os atletas terão vários atrativos como a distribuição de pipas, trampolim e pula-pula, também área vip com frutas e Guaraná Antarctica gelado e a tradicional confraternização no sábado à noite. Outra ação será a doação de mudas nativas, com o Projeto Rip Curl Planet.

Mas um momento especial no final de semana será a homenagem ao surfista Jean da Silva, falecido no ano passado. Ele foi atleta da equipe Rip Curl por dez anos, de 2001 a 2010, período que garantiu o título brasileiro, o primeiro de um surfista catarinense, entre outras conquistas profissionais na época.  “Já tínhamos escolhido a Prainha  e quando soubemos dessa notícia, decidimos prestar essa justa homenagem”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

O Rip Curl Grom Search 2018, apresentado por Guaraná Antarctica, tem os patrocínios de lojas Pró Ilha e 900 Graus, com apoios de Jandaia, Pousada Vila Pitangola, Pousada da Ilha, Pousada Sombrero Verde, Hotéis Villa Real,  prefeituras de São Francisco do Sul e Búzios. Supervisão da Fecasurf e Feserj com assessoria de imprensa da FMA Notícias e cobertura da Revista Hardcore.