Santa Catarina Tour Fecasurf 2017 – Circuito dos campeões catarinenses teve início com a realização do Silverbay Garopabense na Praia do Silveira.

By fecasurf | 13 de novembro de 2017 | Destaque, Notícias

Florianópolis (SC), 13 de novembro de 2017

O SC Tour Fecasurf 2017 não poderia ter começado em condições mais perfeitas. A Praia do Silveira ofereceu as melhores condições possíveis para recepcionar os melhores surfistas do Circuito Catarinense de Surf de 2017.

A competição reuniu os classificados do SC QS (Qualifying Series) que percorreu o estado de Santa Catarina de fevereiro a setembro, foram nove etapas onde os atletas foram selecionados usando o mesmo sistema do QS da World Surf League (WSL) , ou seja foram somadas as cinco maiores pontuações de cada atleta, de forma a qualificar para o SC Tour onde, assim como o Dream Tour da WSL,  só competem os melhores classificados, que vão determinar através desse novo circuito, os campeões catarinenses de 2017 em várias categorias.

As categorias em disputa para o SC Tour Fecasurf 2017 são Petiz, Infantil, Iniciantes, Mirim, Junior, Feminino Infantil, Feminino Iniciantes, Feminino Junior e Feminino Open.

As outras categorias que também abrilhantaram as disputas no Silverbay, marcaram pontos para circuitos distintos.

As categorias Open e Master marcaram pontos para o Circuito Silverbay Garopabense e Sul catarinense de Surf.

Já a categoria de Surf adaptado marcou pontos para o Ranking Anual da categoria, que somará as 5 melhores pontuações do ano, em provas onde o Surf Adaptado for realizado.

A Fecasurf e toda sua diretoria estão de parabéns por mais essa conquista. A realização do Projeto SC QS e SC Tour, foi uma aposta ousada, que tinha como objetivo principal a valorização do produto ¨Surf de base¨ no estado de Santa Catarina.

O formato SC QS e SC Tour 2017 é também, outra conquista do surf catarinense. No Passado os competidores catarinenses tinham que competir na maioria dos eventos realizados, de forma a conquistar os pontos necessários para se tornarem campeões, o que era muito difícil para os atletas com menos recursos e sem patrocínio. Com a formatação do SC QS, esses atletas passam a ter a oportunidade de se classificar para as três etapas finais do Circuito ¨SC Tour¨ disputando menos eventos, dando prioridade aos campeonatos mais próximos de suas casas, e, uma vez classificado, partir para a disputa dos títulos em condições iguais a de seus adversários que tiveram maiores condições financeiras de disputar todas as etapas do circuito, mesmo as mais distantes de suas regiões.

Nesse primeiro ano, talvez tenha sido difícil para os competidores, pais e apoiadores, entenderem as vantagens e benefícios desse formato, de maneira a usufruir ao máximo delas. A diretoria da Fecasurf está confiante, e uma vez que toda a comunidade envolvida no surf de base catarinense assimile o novo sistema, a competição ficará cada vez mais interessante para todos.

Com a realização do SC QS Fecasurf 2017 – nove etapas; do Circuito Masters The Legends – três etapas; SC Interassociações – uma etapa;  SC Tour Fecasurf 2017 – três etapas e Circuito Catarinense de Surf Profissional Surf – quatro etapas ; a Federação Catarinense de Surf totalizará ao final do ano vinte (20) etapas oficiais valendo títulos catarinense, um recorde nacional.

Além de manter os competidores catarinenses em atividade, os circuitos estaduais de surf tem a missão de reunir as Associações de Surf de Santa Catarina e a Fecasurf em torno de um projeto comum, que é a organização do surf no estado.

Leiam abaixo a matéria completa realizada pela Prime.Press07 Assessoria & Comunicação contato@primepress07.com.br

 

Ondas pesadas marcam última etapa do Circuito Silverbay 2017 na praia da Silveira

As previsões se confirmaram para o encerramento do circuito Silverbay 2017. As ondas subiram no domingo decisivo na praia da Silveira, em Garopaba(SC), e definiu os campeões etapa que abriu o SC Tour Fecasurf.

Um final de semana de sol e boas ondas encerraram o Circuito Silverbay Garopabense de Surf na praia da Silveira. A competição também abriu o SC TOUR Fecasurf 2017, reunindo os melhores atletas classificados das 12 categorias disputadas no circuito catarinense amador.
A direção de prova acertou nas previsões de tempo e ondulação para realizar os dois dias de evento. No total, 142 competidores de Santa Catarina e de outros estados marcaram presença em Garopaba(SC), prestigiando o circuito que foi destaque tanto a nível técnico, como de organização no país.
O presidente da Fecasurf Reiginaldo Ferreira sintetizou o sentimento da entidade em relação ao circuito, que recolocou Garopaba na rota dos grandes eventos no Estado. “Os campeonatos daSilverbay foram sensacionais, com altas ondas, organização impecável e grande número de inscritos vindos de todo o Brasil, confirmando o sucesso e repercussão que teve o circuito”.

Cinco categorias decididas no sábado

O primeiro dia de Silverbay finalizou cinco categorias do circuito no surf Feminino, Petiz e Infantil. A previsão apontava a subida do mar para o domingo, com a direção de prova optando por colocar na água as categorias de base, que se enfrentaram em ondas na faixa de 0,5 metro, com séries maiores.
O surf catarinense está em constante renovação, e a cada temporada mais uma geração talentosa desponta nas competições estaduais. A primeira final decidida foi na Feminino Infantil, com a vitória de Ana Luiza Romão. A jovem surfista de São Francisco do Sul(SC) começou a competir recentemente e já vem obtendo grandes resultados. Na sequencia Anuar Chiah comemorou mais um título naPetiz, mostrando ser um dos destaques do surf paranaense na atualidade, apesar da pouca idade.
Noah Machado, de Piçaras(SC), foi outro atleta que chamou atenção na Silveira, e garantiu a primeira posição na Infantil. Quem também terminou o dia no lugar mais alto do pódio foi Lanai Henrique, da Guarda do Embaú(SC), campeã da Feminino Iniciantes. Na última decisão do sábado, a bicampeã catarinense Manu Pacheco conseguiu a nota salvadora em sua última apresentação para vencer a Feminino Junior.

Mar pesado define campeões no último dia do Circuito Silverbay 2017.

O vento sul trouxe ondas fortes para o domingo decisivo, mudando a cara da competição. As ondas subiram no decorrer do dia, confirmando as previsões realizadas durante semana. As sete categorias restantes definiram os últimos campeões doCircuito Silverbay 2017.
O sucesso do circuito foi graças ao trabalho em conjunto da marca patrocinadora do evento, juntamente com a Prefeitura Municipal da cidade, a Associação de Surf de Garopaba (ASG) e dos empresários locais que não mediaram esforços para que a Capital Catarinense do Surf realizasse uma competição desse porte.
Foram três etapas durante o ano: começou em março na Silveira, com a praia da Ferrugem recebendo a segunda etapa em agosto, até esta decisão em novembro, novamente na Silveira. “O Circuito Garopabense aconteceu como planejado e destaco o ditado “A União faz força”, que resume a realização das etapas. O comprometimento dos comerciantes, empreendedores, indústrias, pousadas e restaurantes locais foram essenciais para que cumpríssemos o calendário, além da PENA que foi uma parceira incrível para nós”, declarou Tales Andrade, proprietário daSilverbay e organizador do circuito.
Os Iniciantes abriram as finais do domingo, com a vitória de Artur Romão, que quase sofreu a virada de Luiz Mendes no final do confronto. Na disputa seguinte, Ryan Cordeiro escolheu bem as ondas, não dando chance aos seus adversários para sagrar-se campeãoMirim da etapa.
A única categoria feminina que competiu no domingo foi a Open, premiando o final de semana vitorioso de Manu Pacheco com mais um título. A final dos Adaptados teve cinco atletas na disputa, com a vitória de Jonathan Borba, de Itajaí(SC), seguido de Robson Gasperi, vice-campeão da prova.
O conhecimento local, aliado ao talento de Roni Ronaldo lhe rendeu a vitória na categoria Master, num belo duelo contra André Zanini. Os dois marcaram as duas maiores médias da competição na semifinal. Outro local que também fez as honras da casa foi o excelente surfista Tayron da Silva, campeão Junior, que apresentou belas performances desde as primeiras fases.
Na última bateria do circuito, Rodrigo Couto abusou das esquerdas e foi constante em toda decisão para completar a trinca garopabense de vitórias nesta etapa. Ele ficou com o título da categoriaOpen.

  • A Fecasurf divulgará nesta semana o ranking atualizado de todas as categorias do circuito após a abertura do SC Tour Fecasurf 2017 em Garopaba no site www.fecasurf.com.br .

A 3ª etapa do Circuito Silverbay Garopabense de Surf 2017 teve o patrocínio da, Pro-Ilha, Pena, Mentawai Dreams, Guna Made, Mormaii, Giesta Incorporadora e Empreendimentos Imobiliários, Prefeitura Municipal de Garopaba e Secretaria de Turismo de Garopaba . Apoio: Acquamar Biquinis, Two-Dogs, Tokoro, Da Kine, Sticky Bumps, Supermercados Silveira, Restaurante H2O, Zanoni, Pizzaria Graphitte, Go Training, Onda Azul Escola de Surf, Ferrujão, Pousada Mercosurf, Silveira Ecco Village, Moradas da Prainha, Bar do Zado, Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, Carlos Carpinelli Art, ICMBIO, ACPS Silveira e Prime.Press07 Assessoria & Comunicação. Divulgação: Waves. Realização: ASG (Associação de Surf de Garopaba) e ASF (Associação de Surf da Ferrugem). Supervisão Técnica: FECASURF.

Resultados das finais realizadas no sábado.

Petiz(Sub-10)
1º- Anuar Chiah
2º- Antonio Vitorino
3º- Davi Glazer
4º- Vitor Hugo Giese

Feminino Infantil (Sub-12)
1ª- Ana Luiza Romão
2ª- Luara Mandeli
3ª- Kyany Hyakutake
4ª- Gabriely Vasque

Infantil (Sub-12)
1º- Noah Machado
2º- Antonio Vitorino
3º- Anuar Chiah
4º- Caue Henrique

Feminino Iniciantes (Sub-14)
1ª- Lanai Henrique
2ª- Ana Luiza Romão
3ª- Ariela Andrade
4ª- Rafaela Coelho

Feminino Junior (Sub-16)
1ª- Manu Pacheco
2ª- Yasmin Dias
3ª- Abril Solis
4ª- Manu Ronnau

Resultados das finais realizadas no domingo.

Open
1º- Rodrigo Couto
2º- Edmilson Soares
3º- Pedro Mendes
4º- André Gonçalves

Master
1º- Roni Ronaldo
2º- André zanini
3º- Felipe Kita Martins
4º- Silvério Jorge

Junior
1º- Tayron da Silva
2º- Anderson Junior
3º- Leonardo Barcelos
4º- Swell Henrique

Iniciantes
1º- Artur Romão
2º- Luiz Mendes
3º- Heitor Mueller
4º- Kainan Meira

Mirim
1º- Ryan Cordeiro
2º- Leonardo Barcelos
3º- kainan Meira
4º- Luiz Mendes

Feminino Open
1ª- Manu Pacheco
2ª- Fabiana Leal
3ª- Ariela Andrade
4ª- Fernanda Espíndola

Adaptados
1º- Jonathan Borba
2º- Robson Gasperi
3º- Nem Silveira
4º- Pablo Ortiz
5º- Juliano Majolo

Na borda com o campeão Junior Tayron da Silva. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Todo astral da última etapa do Silverbay Garopabense de Surf na Silveira. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Categoria Adaptados foi um show de surf, que teve a vitória de Jonatham Borba. Foto: Basilio Ruy/P.P07
O local Rodrigo Couto dominou a final Open utilizando manobras como essa para conquistar o título. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Manu Pacheco venceu as categorias Feminino Open e Junior na Silveira. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Pódio da Feminino Open. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Pódio da categoria Adaptados da última etapa do Circuito Silverbay Garopabense de Surf. Foto: Basilio Ruy/P.P07
Artur Romão, campeão Iniciantes da última etapa do Circuito Silverbay Garopabense de Surf. Foto: Basilio Ruy/P.P07