Início » As semifinalistas do CBSurf São Chico Pro já foram definidas na sexta-feira na Prainha

As semifinalistas do CBSurf São Chico Pro já foram definidas na sexta-feira na Prainha

por fecasurf
0 comente

Um total de 30 baterias foram disputadas no segundo dia, doze da categoria feminina e dezoito da masculina, desde as 7h00 até as 17h30 em São Francisco do Sul

Tainá Hinckel (SC)

(Marcio David / Fecasurf)

Laura Raupp (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Silvana Lima (CE)
(Marcio David / Fecasurf)

Alex Ribeiro (SP)
(Marcio David / Fecasurf)

Flavio Nakagima (SP)
(Marcio David / Fecasurf)

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR MAIS FOTOS DA SEXTA-FEIRA

Para aproveitar as boas ondas da Prainha na sexta-feira, foram disputadas trinta baterias já definindo as semifinalistas do CBSurf São Chico Pro apresentado pela Prefeitura de São Francisco do Sul. Foram 12 baterias da categoria feminina e 18 da masculina, as 16 da segunda fase e as duas primeiras da terceira, quando estreiam os principais cabeças de chave da Taça Brasil da Confederação Brasileira de Surfe e do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). Essa rodada de apresentação dos mais bem ranqueados, prossegue a partir das 7h00 do sábado, ao vivo pelo CBSurf.org.br e Fecasurf.com.br.

A surfista local da Prainha, Susã Leal, conquistou a última vaga para as semifinais, no confronto vencido pela baiana Potira Castaman, que mora em Florianópolis. As duas derrotaram a cearense Ariane Gomes e a paranaense Luara Mandelli na última bateria feminina do dia. “Já são 21 anos surfando aqui e eu treinei bastante neste canto esquerdo”, revelou Susã Leal. “O normal das ondas aqui, são mais pro canto direito. Mas, casou de na semana passada quebrar o canto esquerdo, então acabei treinando no lugar que tá rolando o evento”.

Muito feliz com a classificação também ficou a jovem Potira Castaman: “Eu já cheguei nas semifinais lá na etapa de Sergipe e estou muito feliz porque consegui surfar bem aqui. Peguei aquela esquerda de duas manobras fortes e a única coisa que passava na minha cabeça, era de que eu não poderia perder, que tinha que passar essa. Estou muito feliz por subir mais um degrau, porque o nível do evento aqui é muito alto”.

Realmente, a maioria das melhores surfistas do Brasil competiram no CBSurf São Chico Pro. As três catarinenses classificadas, acabaram indo para a primeira semifinal. A líder invicta do ranking estadual e primeira campeã catarinense da história, Tainá Hinckel, Laura Raupp e Susã Leal, vão enfrentar a pernambucana Monik Santos, vice-líder no ranking da Taça Brasil. Na outra bateria, estão as cearenses com títulos brasileiros no currículo, Silvana Lima e Larissa dos Santos, a carioca Julia Duarte e a baiana Potira Castaman.

Além de liderar o ranking catarinense, Tainá Hinckel também está na frente da corrida pelo título brasileiro na Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf. Das três etapas do CBSurf Pro já realizadas, a surfista da Guarda do Embaú ganhou a primeira em Maceió (AL) e a encerrada no último fim de semana em Matinhos (PR). Tainá surfou bem as ondas da Prainha, conseguindo a segunda maior nota entre as meninas, 7,83. Foi na sua segunda vitória na sexta-feira, contra Larissa dos Santos e duas surfistas do Rio de Janeiro, Taís Almeida e Kayane Reis.

“Estou muito feliz por ter passado essa bateria. Demorei um pouco para achar a segunda onda, porque fiquei esperando uma melhor, mas é isso, faz parte e estou amarradona”, disse Tainá Hinckel, que também respondeu sobre a invencibilidade no ranking catarinense, pois ganhou as duas primeiras etapas, em Florianópolis e Itajaí. “Prefiro só pensar passo a passo, bateria por bateria, tentando surfar bem cada onda e fazer boas notas. Mas, vamos pra cima”.

Outro destaque da sexta-feira foi uma das três representantes do Brasil no Challenger Series deste ano, o circuito de acesso para a elite mundial da World Surf League. Laura Raupp fez as maiores somatórias femininas do CBSurf São Chico Pro, nas duas baterias que disputou na Prainha. Na primeira totalizou 13,83 pontos, depois venceu as quartas de final por 12,70. Quem chegou mais perto dessas marcas foi Silvana Lima, que estreou somando 12,50 pontos.

“Estou muito feliz de estar nas semifinais, que vão ser só no domingo. Tem altas ondas e estou feliz porque consegui surfar bem as baterias hoje”, disse Laura Raupp. “O nível está altíssimo, o que é bom como preparação para competir no Challenger Series. Estou superfeliz por estar aqui, competindo num campeonato com boas ondas”.

A pentacampeã brasileira e duas vezes vice-campeã mundial, Silvana Lima, foi outra surfista que venceu as duas baterias que disputou na sexta-feira. Na segunda, derrotou a vice-líder no ranking da Taça Brasil, Monik Santos, que se classificou em segundo lugar, eliminando a jovem catarinense Maya Carpinelli e a experiente paraibana Diana Cristina. Curiosamente, Silvana Lima ainda não conhecia a Prainha e nem São Francisco do Sul.

“Estou superfeliz, porque é minha primeira vez aqui e é um lugar incrível. As ondas estão um pouco difíceis de saber quais vão ser boas, mas querendo ou não, tem altas ondinhas”, disse Silvana Lima. “É a primeira vez que eu venho para São Chico e gostei bastante. É um lugar incrível, a Prainha é bem pequena, mas dá boas ondas e estou bem feliz em estar aqui”.

NOVOS RECORDES – Com as ondas bem melhores da sexta-feira na Prainha, novos recordes foram registrados para o CBSurf São Chico Pro. O dia começou com 32 surfistas mais bem colocados no ranking da Confederação Brasileira de Surf, estreando contra os 32 classificados na quinta-feira. Um dos que vieram da primeira fase, igualou a maior nota das duas primeiras etapas do Circuito Catarinense de Surfe Profissional. O paulista Flavio Nakagima fez a melhor apresentação nas ondas da Prainha, que recebeu nota 9,00 dos juízes.

“Hoje o mar já está bem diferente de ontem (quinta-feira), a onda está bem mais definida e tem altas ondas”, disse Flavio Nakagima, após vencer a segunda bateria masculina do dia. “Eu sabia que tinha que começar bem, contra três adversários fortes, então minha estratégia foi escolher bem a primeira onda. Consegui pegar uma limpa e acertar três manobras fortes. A junção estava bem difícil, mas consegui fechar bem a onda e foi demais”.

Outro paulista da Praia Grande registrou um novo recorde de pontos no CBSurf São Chico Pro. O ex-top da elite mundial da World Surf League, Alex Ribeiro, competiu na 15.a e penúltima bateria da segunda fase e mostrou o potencial do seu surfe em três ondas muito boas. A primeira delas valeu 6,50, a segunda recebeu 7,50, que somou com o 8,50 da sua melhor apresentação, para totalizar 16,00 pontos. Esta é a nova marca a ser batida na Prainha.

“As ondas estão iradas. Não tá aquele mar parado, tá vindo muita onda, então tem oportunidades para todos surfarem”, destacou Alex Ribeiro. “Minha estratégia foi a mesma de ontem, de pegar o máximo de ondas para ir tentando aumentar a somatória. Foi o que fiz, deu certo e estou amarradão. Está sendo irado a CBSurf estar fazendo quatro eventos seguidos, para a gente manter o ritmo. Logo depois, eu vou pra Portugal correr o Challenger, então isso pode ser muito bom pra mim, porque o nível desses eventos é muito alto”.

O campeão mundial Adriano de Souza foi outro destaque da sexta-feira na Prainha. Ele competiu com três surfistas bem mais jovens e o pernambucano Igor Gabriel, que passou junto com ele para a terceira fase, chegou até a pedir para tirar uma foto dos dois, para guardar de recordação. Mineirinho também atendeu pacientemente todos os fãs que o procuraram para bater fotos, após vencer sua bateria pela segunda fase do CBSurf São Chico Pro.

“Hoje o mar melhorou e isso proporciona mais oportunidades para a gente mostrar um surfe melhor. Acabei caindo em algumas ondas, mas fui eficiente para passar essa bateria”, disse Adriano de Souza, que respondeu sobre atender aos fãs e até os surfistas que competem com ele. “Eu acho muito legal isso. É que na minha vida, eu consegui conquistar títulos que são o sonho de muitos surfistas. E muitos deles estão aqui né. Aqui é o celeiro, é a base, então é por isso que a maioria da galera está curtindo em me ver competindo”.

LÍDERES DOS RANKINGS – Na sexta-feira foi realizada a segunda fase, que definiu os 32 adversários dos principais cabeças de chave do CBSurf São Chico Pro, os 32 surfistas mais bem colocados nos rankings da Taça Brasil e da FECASURF. O número 1 da corrida pelo título de campeão catarinense, que vale uma moto Yamaha zerinho oferecida pela Motostore, Matheus Navarro, vai estrear na sexta bateria da terceira fase, contra o também catarinense Luan Wood, o potiguar Alan Jhones e o paulista Fernando Junior.

Já o líder no ranking da divisão de acesso para o Dream Tour da CBSurf de 2023, o alagoano Amando Tenório, é um dos cabeças de chave da nona bateria, junto com o catarinense Wallace Vasco. Os dois vão enfrentar o paulista Robson Santos e o pernambucano Igor Gabriel. O campeão mundial Adriano de Souza disputa o confronto seguinte, com o potiguar Madson Costa, o cearense Alexandre Camargo e o carioca Leandro Bastos.

São Chico Pro apresentado pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul é uma realização conjunta da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e Associação de Surf da Prainha com homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). O evento tem patrocínio da Yamaha Motostore, Fico, Lord, Surfland, Fuwax, Açaí do Joca Junior, Silverbay, com apoio local do Bar do Banana, Take It Easy Pub, Restaurante Tá na Onda, Isla Armazém, Pousadas da Ilha e Ohana Dulius, Kanto da Pizza, Hotel Fragata, Harry Restaurante, Hadouken Sushi, Babitonga Hostel, Rei do Frango e Alan Madeira Imóveis. A competição está sendo transmitida ao vivo pelo www.fecasurf.com.br e www.cbsurf.org.br

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do São Chico Pro 2022

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

———————————————————–

RESULTADOS DO CBSURF SÃO CHICO PRO NA SEXTA-FEIRA:

 

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Quartas de Final:

——–3.a=17.o lugar (1.400 pts) e 4.a=25.o lugar (525 pts)

1.a: 1-Laura Raupp (SC), 2-Diana Cristina (PB), 3-Nicole Santos (PE), 4-Yasmin Dias (RS

2.a: 1-Silvana Lima (CE), 2-Nathalie Martins (PR), 3-Nalanda Carvalho (PB), 4-Yasmin Neves (SP)

3.a: 1-Julia Duarte (RJ), 2-Maya Carpinelle (SC), 3-Vitória Carneiro (CE), 4-Kiany Hyakutake (SC)

4.a: 1-Monik Santos (PE), 2-Jessica Bianca (PR), 3-Juliana Quint (SC), 4-Natalie Plachi (SC)

5.a: 1-Kayane Reis (RJ), 2-Luara Mandelli (PR), 3-Julia Santos (SP), 4-Juliana dos Santos (CE)

6.a: 1-Susã Leal (SC), 2-Taís Almeida (RJ), 3-Kemily Sampaio (SP), 4-Sol Carrion (SP)

7.a: 1-Tainá Hinckel (SC), 2-Ariane Gomes (CE), 3-Mariana Areno (RJ), 4-Letícia Cavalcante (CE)

8.a: 1-Potira Castaman (BA), 2-Larissa dos Santos (CE), 3-Luara Thompson (RJ), w.o-Isabelle Nalu (SC)

QUARTAS DE FINAL – 3.a=9.o lugar (2.597 pts) e 4.a=13.o lugar (2.065 pts):

1.a: 1-Laura Raupp (SC), 2-Julia Duarte (RJ), 3-Nathalie Martins (PR), 4-Jessica Bianca (PR)

2.a: 1-Silvana Lima (CE), 2-Monik Santos (PE), 3-Maya Carpinelle (SC), 4-Diana Cristina (PB)

3.a: 1-Tainá Hinckel (SC), 2-Larissa dos Santos (CE), 3-Taís Almeida (RJ), 4-Kayane Reis (RJ)

4.a: 1-Potira Castaman (BA), 2-Susã Leal (SC), 3-Ariane Gomes (CE), 4-Luara Mandelli (PR)

SEGUNDA FASE – 3.o=65.o lugar (371 pts) e 4.o=81.o lugar (280 pts):

01: 1-Yuri Gonçalves (SC), 2-Marcos Correa (SP), 3-Luan Carvalho (SP), 4-Lucas Silveira (RJ)

02: 1-Flavio Nakagima (SP), 2-Murilo Brandt (SC), 3-Pedro Dib (SP), 4-Flavio Galini (BA)

03: 1-Kaique Timidate (SC), 2-Derek Adriano (SC), 3-Leo Andrade (BA), 4-Gabriel Ramos (SC)

04: 1-Kainan Meira (PR), 2-Daniel Templar (RJ), 3-Kayki Araujo (SC), 4-Samuel Joquinha (RN)

05: 1-Marcus Cintra (CE), 2-Alan Jhones (RN), 3-Alandreson Martins (BA), 4-Felipe A. Oliveira (SC)

06: 1-Luan Wood (SC), 2-Victor Costa (RN), 3-Artur Silva (CE), 4-Lucas Pires (RN)

07: 1-Peterson Crisanto (PR), 2-Diego Aguiar (SP), 3-Diogo Santos (BA), 4-Jonatha Santos (RN)

08: 1-Patrick Plachi (SC), 2-Renan Peres (SP), w.o-Leonardo Barcelos (SC), w.o-Valentin Neves (RJ)

09: 1-Robson Santos (SP), 2-Leandro Bastos (RJ), 3-Diego Brigido (RJ), 4-Charlie Brown (CE)

10: 1-Adriano de Souza (SP), 2-Igor Gabriel (PE), 3-Thiago Eduardo (CE), 4-Douglas Noronha (SP)

11: 1-Weslley Dantas (SP), 2-Israel Junior (RN), 3-Gabriel Klaussner (SP), 4-Glauciano Rodrigues (CE)

12: 1-Luciano Brulher (SP), 2-Deyvson Santos (RN), 3-Geovane Ferreira (SP), 4-Willyam Feiden (AL)

13: 1-Petterson Thomaz (SC), 2-Vitor Ferreira (RJ), 3-Neco Padaratz (SC), 4-José Junior (RN)

14: 1-Edgard Groggia (SP), 2-Bruno Galini (BA), 3-Davi Sobrinho (CE), 4-Victor Valentin (PR)

15: 1-Alex Ribeiro (SP), 2-Daniel Adisaka (SP), 3-Diego Rosa (SC), 4-Ricardo Kjelin (RS)

16: 1-Samuel Igo (RJ), 2-Leandro Silva (SC), 3-Tales Araujo (SP), 4-Theo Fresia (RJ)

TERCEIRA FASE – entrada dos 32 principais cabeças de chave:

—1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=33.o lugar (462 pts) e 4.o=49.o lugar (420 pts)

01: 1-Yuri Gonçalves (SC), 2-Murilo Brandt (SC), 3-Luã da Silveira (SC), 4-Douglas Silva (PE)

02: 1-Marcos Correa (SP), 2-Gabriel Farias (PE), 3-Flavio Nakagima (SP), 4-Patrick Alves (PI)

——-baterias que vão abrir o sábado:

03: Lucas Bezerra (CE), Mateus Sena (RN), Kaique Timidate (SC), Daniel Templar (RJ)

04: Luan Ferreyra (PE), Caetano Vargas (SC), Kainan Meira (PR), Derek Adriano (SC)

05: Kaua Hanson (PB), Hedieferson Junior (SC), Marcus Cintra (CE), Victor Costa (RN)

06: Fernando Junior (SP), Matheus Navarro (SC), Luan Wood (SC), Alan Jhones (RN)

07: Emanoel Tobias (RN), Vicente Ferreira (RJ), Peterson Crisanto (PR), Renan Peres (SP)

08: Luel Felipe (PE), Marcio Farney (CE), Patrick Plachi (SC), Diego Aguiar (SP)

09: Amando Tenorio (AL), Wallace Vasco (SC), Robson Santos (SP), Igor Gabriel (PE)

10: Madson Costa (RN), Alexandre Camargo (CE), Adriano de Souza (SP), Leandro Bastos (RJ)

11: Rafael Teixeira (ES), Walley Guimarães (SC), Weslley Dantas (SP), Deyvson Santos (RN)

12: Hizunomê Bettero (SP), José Francisco (PB), Luciano Brulher (SP), Israel Junior (RN)

13: Messias Felix (CE), Felipe Ximenes (SC), Petterson Thomaz (SC), Bruno Galini (BA)

14: Marcos Alves (CE), Anderson Silva Pikachu (RJ), Edgard Groggia (SP), Vitor Ferreira (RJ)

15: Luiz Mendes (SC), Mathias Ramos (CE), Alex Ribeiro (SP), Leandro Silva (SC)

16: Igor Moraes (SP), Willian Cardoso (SC), Samuel Igo (PB), Daniel Adisaka (SP)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00