sábado, abril 13, 2024
Início » Walley Guimarães vence a categoria PRO/AM da última etapa do Circuito ASJ 2022.

Walley Guimarães vence a categoria PRO/AM da última etapa do Circuito ASJ 2022.

por fecasurf
0 comente
                                           Florianópolis, 26 de setembro de 2022
        Walley Guimarães vence a categoria PRO/AM da última etapa do Circuito ASJ 2022.
        Mais um evento com ondas perfeitas marcou a etapa de encerramento do Hawaii e MB Boardshop apresentam Circuito Fico Kids and Kings Challenge ASJ 2022 na praia da Joaquina. A competição definiu os quatro melhores ranqueados de todas as categorias para o ASJ Challenge em novembro.

A terceira e última etapa do Circuito Fico Kids and Kings Challenge ASJ 2022, apresentado pelo Hawaii e MB Boardshop contou novamente com a presença de atletas de varias partes do estado, do país e até da América do Sul.

Mesmo coincidindo com a etapa do brasileiro amador no Rio Grande do Sul, cerca de 120 atletas disputaram as 12 categorias do evento, comprovando a força e o prestígio que o nome ASJ (Associação de Surf da Joaquina) tem no surf nacional. “Isso é fruto do trabalho de uma equipe profissional atuando em suas respectivas funções. As etapas da ASJ ganharam exposição estadual e nacional na mídia, atraindo atletas de várias partes do país e do continente, e consolidando o circuito da Joaquina como um dos mais fortes do Brasil” declarou Cristiano Melo, presidente da ASJ.

                     Circuito ASJ é sinônimo de altas ondas

Novamente as condições do mar foram o destaque em uma etapa realizada pela ASJ na praia da Joaquina. No domingo as ondas quebraram com excelente formação e uma leve brisa de terral, chegando a mais de 1 metro nas séries, premiando os competidores em mais um final de semana inesquecível na praia da Joaquina.

É muito importante para nós competirmos em condições excelentes para aprimorarmos as técnicas de bateria em ondas de verdade. A ASJ sempre traz esse alto nível que necessitamos para o circuito” declarou Luã Silveira, mais um talento dessa nova safra do surf catarinense.

         Campeões da etapa definidos com altas ondas na Joaca

As categorias de base foram encerradas no sábado com ondas fortes e balançadas chegando a 1,5 metros nas séries. O título da Sub-10 Mista foi para o surfista da praia dos Açores(Floripa) Guilherme Goulart, enquanto Lucas Miguel conquistou sua primeira vitória na Sub-12 Masculina.

A chilena da província de Iquique Matita Bultó venceu duas categorias. Seu primeiro título foi na Sub-12 Feminina, aliando técnica e atitude em suas performances. Na Feminino Open Matita enfrentou três brasileiras e levou a melhor, conquistando seu segundo título neste final de semana na Joaca.

Na categoria Sub-08 Mista todos os participantes entraram numa bateria de apresentação e foram premiados com medalhas e camisas do evento. Foi a maneira criada pela ASJ de estimular os jovens atletas dessa faixa etária, sem causar algum tipo de trauma competitivo.

No domingo a primeira categoria a ser definida foi a Sub-16 Masculino, com o título de Gabriel Ogasahara, deixando em segundo lugar o local Davi Glazer, que atualmente reside na Gold Coast australiana.

Enrico Malhado venceu a Sub-14 Masculino com grandes apresentações, utilizando um surf de borda matador em suas baterias. Na Master foi a vez de Bruno Cardoso estrear no lugar mais alto do pódio e vencer a categoria, deixando pra trás Diego Rosa(2º), Ronaldo Silveira(3º) e o líder do ranking Márcio Farney(4º).

Gabriel Ogasahara também alcançou sua segunda vitória no evento, dessa vez na categoria Local, dominando ações durante os 15 minutos com altas ondas e vento terral na Joaca, superando Caetano Silveira(2°), Eduardo Cechinel(3°) e João Lucas(4°).

                 Recorde de inscritos no surf adaptado!

A categoria Surf Adaptado entrou pra história dos circuitos realizados pela ASJ, batendo o recorde de atletas inscritos em uma etapa: 20 competidores. É o resultado de um trabalho sério realizado há anos pela ASSF (Associação Surf Sem Fronteiras), em parceria com a ASJ (Associação de Surf da Joaquina).

O local Luciano Nem, que na semana anterior sagrou-se vice-campeão brasileiro Adaptado na etapa realizada em Maracaípe(PE), venceu a Adaptado Masculino em casa.  Vitória Diehl (Adaptado Feminino) e Adriano Alves (Deficientes Visuais) completaram a lista de campeões dessa categoria que sempre é marcada pela empolgação e alto astral de seus competidores e familiares.

                          Show de surf na final Pro/Am

A última categoria a conhecer seu campeão reuniu os quatro melhores surfistas Pro/Am da etapa, após a disputa de quatro rounds nos dois dias de competição.

O confronto foi eletrizante nos 20 minutos de bateria, e o surfista da praia do Rosa Walley Guimarães, que está em grande fase, levou a melhor e venceu a etapa, embolsando R$1.000,00 (mil reais). Walley iniciou a bateria com uma nota 8,0, e consolidou a liderança com seu “backup”(onda de troca) de 7,35 para ficar com o título.

Caetano Vargas também surfou muito, e travou um duelo de manobras aéreas com o campeão. Ele ficou em segundo lugar, levando R$800,00 (oitocentos reais). Completando a lista o chileno Noel De La Torre, que mesmo surfando a melhor onda da bateria (9,0 pontos em sua primeira participação), não conseguiu uma segunda nota consistente e ficou em terceiro. Noel ganhou R$400,00. Em quarto lugar ficou o local Ronaldo Silveira, que arrematou R$300,00.

                        Premiação de peso na Joaca.

Além dos R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) em dinheiro oferecidos aos finalistas da categoria Pro/Am, os campeões das demais categorias receberam troféus e os seguintes prêmios pelos respectivos títulos:
-Feminino Sub-12:bloco da Fiberglass;
-Feminino Open: roupa de borracha Neokai Brasil;
-Master: Prancha;
-Sub 12:prancha;
-Sub 14:prancha;
-Sub 16:prancha;
-Local:prancha;
-Surf Adaptado(Masculino/Feminino): Troféus e kits;
-Sub-08/10 Mista: Troféus e kits.
Os demais finalistas receberam kits de premiação recheados com produtos e acessórios das marcas patrocinadoras e apoiadoras do Circuito ASJ 2022.
O campeão Pro/Am do Circuito ASJ 2022 ganhará uma passagem para o Peru no final do ranking, enquanto que o campeão da categoria Local levará uma passagem aérea nacional pelo título geral.

      Definidas as vagas para o Challenge ASJ em novembro.

Em 2022 a ASJ criou um novo formato de competição para definir os campeões do circuito na temporada. O Challenge ASJ classifica os quatro melhores ranqueados de cada categoria (exceto a Sub-08) para o evento especial de apenas 1 dia que acontecerá no início de novembro na praia da Joaquina (5 ou 6 de novembro).

Os segundos, terceiros e quartos colocados disputarão uma semifinal, onde os vencedores de cada bateria enfrentarão os respectivos líderes dos rankings para a definição dos campeões oficiais do Circuito 2022 da Associação de Surf da Joaquina. Confira o ranking final da ASJ após três etapas, lembrando que os resultados estão sujeitos a conferencia.

Hawaii Floripa e MB apresentam CircuitoFico Kids and Kings Challenge ASJ 2022

Apresentação: Hawaii Floripa e MB Boardshop
Patrocínio: Fico Surfwear, Prefeitura Municipal de Florianópolis, Fundação Municipal de Esportes, Barbearia Vip Coqueiros,Cabrera Náutica, Surfland Brasil, Fiberglass, Suntech, Graja Surfboards, D.O.C, Dream Surf, Neokai Wetsuits e Banana Wax.
Apoio: Joaquina Surfshop, Mercado e Panificadora Correia, Reefifi Surfshop, Tikehau Surfshop, Cris Hotel, Restaurante Pedra Careca, Atôa na Jôa Restaurante e Prime.Press07 Assessoria & Comunicação.
Realização: Associação de Surf da Joaquina (ASJ)
Homologação: Fecasurf (Federação  Catarinense de Surf).
Resultado
PRO/AM
1º – Walley Guimarães
2º – Caetano Vargas
3º- Noel De La Torre(CHL)
4º- Ronaldo Silveira

Sub-16
1º – Gabriel Ogasahara
2º – Davi Glazer
3º- Enrico Malhado
4º- Kalani Abrahão

Sub-14
1º – Enrico Malhado
2º – Enzo Benjamin
3º- Luka Konig
4º- Rodrigo Acom

Sub-12
1º – Lucas Miguel
2º – Rian Pietro
3º- Davi Souza
4º- Guilherme Rebelo

Sub-10
1º – Guilherme Goulart
2º – Noah Teixeira
3º- Lorenzo Souza
4º- Heitor Leminska

Master
1º – Bruno Cardoso
2º – Diego Rosa
3º- Ronaldo Silveira
4º- Márcio Farney

Local
1º – Gabriel Ogasahara
2º – Caetano Silveira
3º- Eduardo Cechinel
4º- João Lucas

Feminino Open
1ª – Matilda Bulto (CHL)
2ª – Isadora Bulto(CHL)
3ª- Valentina Zanoni
4ª- Anne Leite

Feminino Sub-12
1ª – Matilda Bulto(CHL)
2ª – Valentina Zanoni
3ª- Maya Reis Bianchini
4ª- Kauany de Souza

Adaptado Masculino
1º – Luciano Nem
2º – Rafael Lueders
3º- Jonas Floriano
4º- Thiago Albino

Adaptado Feminino
1ª – Vitória Diehl
2ª – Andrea Areas
3ª – Mari Busnello

Deficientes Visuais
1º – Adriano Alves
2º – Silvia
3°- Mari Busnello
4º- Samuel Cruz
5º- Lucas Niada

Ranking final após três etapas do Circuito ASJ
Fonte: Surfpro (WWW.surfpro.com.br)
Sujeito a conferencia.

PRO/AM
1º – Luan Wood                             2025 pontos
2º – Nacho Gundensen(ARG)       1730 pts.
3º- Caetano Vargas                       1530 pts.
4º- Caetano Silveira                      1515 pts.

Sub-16
1º – Gabriel Ogasahara                 2720 pts.
2º – Enrico Malhado                      1706 pts.
3º- Kaua Campos                          1610 pts
4º- João Vitor Neres                      1340 pts.
4º- Yuri Campos                            1340 pts

Sub-14
1º – Enrico Malhado                      2170 pts.
2º – Yuri Gabryel                            2000 pts.
3º- Kaue Carmona                        1895 pts.
4º- Rodrigo Acom                         1725 pts.

Sub-12
1º – Michel Demetrio                      1860 pts.
2º – Phelipe Silva                           1730 pts.
3º- Lucas Miguel                           1670 pts.
4º- Rian Pietro                               1470 pts.

Sub-10
1º – Guilherme Goulart                  2860 pts.
2º – Noah Teixeira                          2330 pts.
3º- Keoni Truz                                2158 pts.
4º- Lorenzo Souza                        2130 pts.

Master
1º – Márcio Farney                         2340 pts.
2º – Adriano Lemos                       2025 pts.
3º- Ricardo Tavares                      1780 pts.
4º- Bruno Cardoso                                1610 pts.

Local
1º – Caetano Silveira                     2860 pts.
2º – João Lucas                             2260 pts.
3º- Eduardo Cechinel                    1895 pts.
4º- Gabriel Ogasahara                  1500 pts.

Feminino Open
1ª – Valentina Zanoni                    1590 pts.
2ª – Coco Cianciarulo(ARG)         1000 pts.
2ª- Arena Rodriguez(PER)            1000 pts.
2ª- Matita Bultó(CHL)                    1000 pts.

Feminino Sub-12
1ª –  Valentina Zanoni                    2720 pts.
2ª – Kauany de Souza                  2010 pts.
3ª- Maya Reis Bianchini                1950 pts.
4ª- Kyara Antunes                         1000 pts.
4ª- Matita Bultó(CHL)                    1000 pts.

Adaptado Masculino
1º – Thiago Albino                         2400 pts.
1º – Jonas Floriano                       2400 pts.
3º- Fidel Teixeira                           2078 pts.
4º- Vinicius Vieira                          2018 pts.

Adaptado Feminino
1ª – Vera Quaresma                      1000 pts.
1ª – Vitória Diehl                            1000 pts.
3ª – Andrea Areas                         860 pts.
3ª- Vitória Correa                           860 pts.

Deficientes Visuais
1º – Adriano Alves                         2340 pts.
2º – Samuel Cruz                           2280 pts.
3°- Jacson Pereira                        860 pts.
3º- Silvia                                        860 pts.

                

Walley Guimarães, campeão Pro/Am. Foto Basilio Ruy/PP07
Luciano Nem, campeão da categoria Adaptados Masculino Circuito ASJ 2022. Foto: Basilio Ruy/PP07.
A chilena Matita Bultó venceu as duas categorias Femininas da etapa. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Bruno Cardoso, campeão Master da etapa. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Premiação da etapa. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Gabriel Ogasahara venceu a Sub16 e a Local na Joaca. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Galera do surf adaptado sempre marcando presença na Joaca. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Arian Guimarães venceu a bateria de expression Session com essa manobra. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Pódio Pro/Am. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Pódio Feminino Sub-12. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Pódio Sub-10. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Associação Surf Sem Fronteiras levandso o surf adaptado pra Joaca. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Caetano Vargas, vice-campeão Pro/Am. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Rafael Luerders, vice-campeão Adaptado Masculino. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Matita Bultó, do Chile. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Enrico Malhado, campeão Sub-14. Foto: Basilio Ruy/PP07.
Caetano Silveira finalizou o ranking da local em primeiro e está classificado para o Challenge ASJ em novembro. Foto: Basilio Ruy/PP07.

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

Federação Catarinense de Surf
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00