Início » Show de surf na terceira e última etapa do Circuito Municipal Garopabense de Surf

Show de surf na terceira e última etapa do Circuito Municipal Garopabense de Surf

por fecasurf
0 comente
Show de surf na terceira e última etapa do Circuito Municipal Garopabense de Surf

Apresentado pela Silverbay, Prefeitura de Garopaba e Secretaria de Turismo, Esporte e Desenvolvimento, mais uma vez os atletas apresentaram um surf de altíssimo nível.

Mais uma vez, dias de sol, altas ondas, atletas dando show e público presente. Combinação perfeita durante todo o último final de semana, 27 e 28 de novembro, na terceira e última etapa do Circuito Municipal Garopabense de Surf 2021. No sábado, 27, o evento aconteceu na Praia da Silveira com altas ondas e com os atletas mais experientes. No domingo o espetáculo para as demais categorias foi na acolhedora praia do Centro de Garoapaba, carinhosamente com os apelidos Garopabinha e Binha Love.

Público presente durante os dois dias do evento, apresentado pela Silverbay, Prefeitura de Garopaba e Secretaria de Turismo, Esporte e Desenvolvimento

Tivemos número recorde de inscritos nas 15 categorias, somando mais de 140 atletas inscritos.

No sábado (27), sete categorias participaram das baterias com excelentes ondas de um metro no paradisíaco canto sul da Silveira.

Iniciando as finais, na categoria Open Feminino, Laura Raupp foi a vencedora da categoria na somatória de 10.55, com Pamela Mel na segunda colocação com 10.05, Kiany Hyakutake com 6.40 em terceiro e Maya Carpinelli em quarto com 5.70.

Na categoria Sub 16 Masculino,  todas as baterias foram emocionantes. Na primeira colocação ficou Noah Machado somando 10.05, em segundo Esdras Morais com 9.40, em terceiro Ryan Martin somando 8.50 e em quarto Theodoro Fabris somando 3.70.

Na categoria Master, os atletas altamente experientes mostraram como se deve vencer uma final com um nível disputadíssimo e com nervos de aço.

Em primeiro lugar, mais uma vez Rodrigo Couto, somando 12.80, em segundo lugar ficou Fellipe Ximenes com 12.75, em terceiro Roni Ronaldo somando 9.75 e Marcio Silva com a quarta colocação, somando 6.40.

Na sequência a final do Sub 18 foi eletrizante, com atletas de alto nível mostrando a evolução do esporte ao máximo. Em primeiro Patrick Plachi sendo o campeão da categoria com 10.25, em segundo Ryan Martins com 9.40, Hugo Sahioni em terceiro com 7.35 e Gabriel Junior em quarto com 6.70.

Na categoria Local Free Surf, com presença somente de surfistas locais, atletas surfaram com nível alto e de excelente performance, repetindo o show das etapas anteriores.

A final desta categoria ficou para o domingo, 28, devido a um reajuste no cronograma, com a comissão técnica sempre pensando nos atletas e nas condições do mar.

Na Sub 16 das meninas, elas quebraram a vala, com variações de manobras e progressivas. Final disputada onda a onda com muita emoção. A primeira colocação ficou com a Maya Carpinelli, somando 11.00, com a segunda colocação ficou com Laura Raupp somando 10.40, em terceira Kiani Hyakutaki com 9.10 e em quarta Alexia Monteiro com 8.60.

Encerrando o sábado de forma excepcional, atletas profissionais e amadores marcaram presença mais uma vez na categoria PRO-AM, apresentando um surf do maior grau de exigência e comprometimento na finalização das manobras. Com a primeira colocação, ficou o atleta Fellipe Ximenes, somatória de 14.35, o atleta Marco Giorgi em segundo com 13.75, Pedro Nogueira em terceiro somando 13.70 e em quarto Walley Guimarães que somou 8.65.

No domingo, as emoções continuaram na praia central de Garopaba, deixando os atletas das outras categorias felizes, decisão da equipe técnica sempre organizada e comprometida com os atletas.

A primeira final foi com o Surf Adaptado, deixando o público emocionado mais uma vez, provando que o surf é para todos. Em primeiro lugar ficou  Tiago Albino somando 9.85, em segundo ficou Fidel Teixeira com 9.10, em terceiro ficou Jacson Pereira com 8.05 e em quarto Paulo Loreto com 6.15. Parabéns a todos os atletas desta categoria e a Associação Surf Sem Fronteiras que esteve presente.

Na categoria Sub 10 masculina, os grooms mostraram mais uma vez que o surf está em grande evolução. Em primeiro Davi Junior surfando muito, somou 10.20, em segundo Samuel Couto com 9.00, em terceiro Artur Costa com 7.75 e em quarto Mateus Zilio com 6.75.

Na categoria Longboard, mais uma vez tivemos performance do clássico ao progressivo. O primeiro lugar ficou mais uma vez com o atleta Marcelo Foguinho somando 11.00, em segundo com o nosso atleta local Otomar Ribeiro, “Neném”, somando 9.75, em terceiro ficou Paulo Costa, que entrou como alternate, somou 9.0 e em quarto Márcio Vilela com 7.45.

Na Sub 12 feminino, as meninas mostraram também a evolução do surf. Em primeiro lugar Maria Heinzen somando 10.75, em segundo Maya Bianchini com 6.20, em terceiro Malu Pires com 5.75, em quarto e quinto lugar Lohana Alves com 4.25, Bettany Alves com 3.60.

Na categoria Sub 8 mista, os grooms nos mostraram como a evolução do surf está em grande crescimento. A primeira colocação ficou pela terceira vez consecutiva com Henrique Cavilha somando 12.95, em segundo lugar Bernardo Toscani com 9.50, em terceiro nosso atleta local Keoni Zanoni com 7.35 e em quarto Guilherme Goulart com 7.25.

Já na categoria Sub 12 masculina, mais um show de surf. Em primeiro lugar ficou com João Guilherme somando 11.50, em segundo ficou Michel Demétrio com 11.00, em terceiro e Emanoel Lopes somando 7.45 e nosso atleta Noah Zanoni em quarto lugar com 5.90.

Na categoria Sub 10 feminina, a galera aplaudiu na final. Em primeiro Kaylani Antunes somou 9.25, em segundo a irmã da Kaylini, Kyara Antunes com 5.10, em terceiro Nalu Demski com 4.85 e em quarto Maria Heinzen com 3.95.

Na sequência, a categoria Sub 14 masculina deu um show de surf, com comprometimento nas manobras, verticalidade e extraindo ao máximo o potencial das ondas. Pela terceira vez o atleta Ryan Martins subiu ao pódio em primeiro lugar somando 11.50 com um surf de altíssima performance. Com o segundo lugar ficou Natan Rosa com 7.40, em terceiro Santiago Valenzano com 6.75 e em quarto a atleta Lucas Costa com 6.50.

A última categoria do domingo e de todo o Circuito foi a da Local Freesurf, dando sequência que iniciou no sábado na Praia da Silveira e finalizou na Garopabinha.

Os locais mostraram como surfar a “Binha Love”, carinhosamente chamada. É o pico onde todos os locais, sendo profissionais, amadores ou freesurfer começam a dar seus primeiros drops e manobras.
Com a primeira colocação ficou com Gustavo Binato, somando 7.80, com a segunda colocação Gabriel Castro, fazendo 6.90, em terceiro Hugo Nascimento empatado com 6,90 e quarto Shanti, somando 6.40.

O presidente da Associação de Surf de Garopaba, Tales Andrade, agradece a toda equipe técnica, staff, juízes, equipe de mídia, apoiadores, patrocinadores, moradores locais, atletas e público presente por participarem de todas as etapas do Circuito

“Muito obrigado a todos que fizeram parte deste momento histórico no esporte e na nossa cidade. Desde a primeira etapa tudo aconteceu muito bem, equipe organizada e comprometida com o esporte e com os atletas, foi um sucesso graças a todos vocês. Obrigado a equipe técnica pela terceira vez ter escolhido mais uma vez a praia certa, com altas ondas.

Agradecer mais uma vez em especial ao Prefeito de Garopaba Junior Abreu, ao Secretário de Turismo, Esporte e Desenvolvimento, Aires do Santos que esteve presente durante todo o evento, ao diretor de esportes Vitor Hugo Goulart, aos patrocinadores Surfland, Pró Ilha, Made In Guarda, Neokai, Rancho do Surf, Trust Surf Boards e Ótica Luna.

Ao estacionamento Silveira Sul Surf Park que nos deu todo o suporte durante o sábado na Praia da Silveira. A escolinha de Surf Onda Azul por ter nos dado toda a estrutura no domingo na praia do Centro.

Aos apoiadores Sicred, Tonton Bikini, JM Surf Conserto, Marivan Surf Skate Shop, Vilson Restaurante, Buena Onda, Drill Bjj Jiu-Jitsu, Pousada Pé na Areia, Deck Restô Bar, Restaurante Zanoni, Surf Trips RZ Turismo, M&D Surf Oficial, Supermercados Silveira, Guná Hamburgueria, Mil Ervas, João das Tintas, Bar do Zado e Pico Santo Hamburgueria. A Fecasurf que nos deu mais uma vez todo o suporte necessário e supervisão. Ao Alemão do Som pela dedicação experiêniza na sonorização. A Surfpro com todo o seu sistema de notas de forma impecável. Mais uma vez obrigado”, finaliza o presidente.

Em breve iremos divulgar no nosso Instagram @asgsurfgaropaba como ficou o ranking do Circuito Municipal Garopabense de Surf 2021.

Siga o nosso Instagram @asgsurfgaropaba e fique por dentro das informações dos nossos atletas e dos eventos na nossa cidade. Em 2022 teremos novidades no surf em Garopaba, fiquem ligados.

3

27 e 28 de Novembro de 2021

Apresentação:

@silverbaybrasil

@governodegaropaba

@turismogaropaba

Patrocínio:

@surflandbrasil

@proilhasurfboards

@madeinguarda

@oticaluna

@neokaibrasil

@ranchodosurf

@shaperfernandosantos

APOIO

@tontonbikini

@suntech_gripsystem

@sicredialianca.rs.sc.es

@h20sushigaropaba

@gunahamburgueria

@marivansurfshop

@buenaondaferrugem

@picosantohamburgueria

@penaareiaferrugem

@mil.ervas

@surftripsrzturismo

@supermercadossilveira

@deck.restobar

@vilsonrestaurante

@restaurantezanoni

@drillbjjsc

@mdsurfsurf

@joaodastintasgaropaba

@surfpro1989

@jmsurfconserto

@escoladesurfondaazul

@fecasurf

Parceiros oficiais:

@huribicontabilidade

@aciggaropaba

#asg #associacaodesurfdegaropaba #circuitomunicipalgaropabensedesurf #garopaba #santacatarina #surf

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00