sábado, abril 13, 2024
Início » São Chico Pro começa com 64 surfistas estreando na etapa do Circuito FECASURF Pro

São Chico Pro começa com 64 surfistas estreando na etapa do Circuito FECASURF Pro

Na sexta-feira foram disputadas 20 baterias para definir os adversários dos 16 cabeças de chave que entram no sábado antes de iniciar a competição feminina na Prainha

por fecasurf
0 comente
Destaque Leandro da silva São Chico Pro dia1 Foto marciodavid

O São Chico Pro apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes de São Francisco do Sul começou na sexta-feira, com 64 surfistas estreando na segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). Um bom público compareceu na Prainha, para assistir as 20 baterias disputadas no primeiro dia. Restaram duas para  fechar a segunda fase e a lista dos 16 classificados para enfrentar os 16 cabeças de chave da FECASURF. Estas duas baterias ficaram para abrir o sábado, às 8h00 na Ilha de São Francisco do Sul, com transmissão ao vivo pelo site Fecasurf.com.br e pelo canal da FECASURF no YouTube.

Na sexta-feira, 64 representantes de 10 estados do Brasil e 1 da Argentina, estrearam nas 16 baterias da primeira fase do São Chico Pro. O catarinense Wallace Vasco ganhou o primeiro confronto do dia, com um local de São Francisco do Sul, Petterson Thomaz, perdendo em último lugar no mar difícil da Prainha, com ondas mexidas e forte correnteza. Depois, Wallace também venceu a bateria que abriu a segunda fase e valeu as duas primeiras vagas para a rodada de estreia dos cabeças de chave. Ele e o paulista Wesley Leite, derrotaram o argentino Nacho Gundesen e o gaúcho Ricardo Kjelin.

“Estou muito feliz e eu gosto de competir aqui na Prainha. Eu participo de campeonatos aqui desde pequeno, então é um lugar que me sinto bem, me conecto fácil com o mar e to amarradão”, disse Wallace Vasco. “O campeonato está com alto nível, a previsão das ondas está boa para os próximos dias e estou confiante. Hoje (sexta-feira) o mar foi bem desafiador. Tem bastante ondas, muita remada na correnteza, mas as intermediárias estão bem boas para fazer as manobras. E tem a onda da série também, que se você fizer uma manobra forte, sai uma nota boa”.

Wallace Vasco foi um dos cinco surfistas que venceram as duas baterias que disputaram na sexta-feira. Os outros invictos nas ondas da Prainha foram o alagoano Amando Tenorio, o pernambucano Luel Felipe, o paranaense Lucas Cainan e o local de São Francisco do Sul, Leandro da Silva. A segunda vitória do Amando Tenorio foi na bateria contra dois finalistas da primeira edição do São Chico Pro no ano passado. Na briga pela segunda vaga para a terceira fase, o quarto colocado na final de 2022, Weslley Dantas, superou o terceiro e paulista de Ubatuba como ele, Hizunomê Bettero.

“Quando eu passei a primeira bateria, já vi o chaveamento que ia cair com o Hizu (Hizunome Bettero) e com o Weslley (Dantas)”, disse Amando Tenorio. “O Hizu está vindo de um grande resultado lá no Dream Tour da Praia Mole, o Weslley vem fazendo performances incríveis nos eventos, então eu sabia que ia ter que focar em mim, sem pensar neles. É o que venho fazendo, focando no meu surfe, na minha performance bateria por bateria, sempre querendo surfar o meu melhor e está dando certo. Estou feliz por hoje, amanhã é outro dia e quero seguir avançando”.

LOCAL INVICTO – Antes do Amando Tenorio derrotar dois dos quatro finalistas do São Chico Pro 2022, o surfista local de São Francisco do Sul, Leandro da Silva, estreou enfrentando o vice-campeão na etapa que abriu o Circuito Catarinense Profissional de 2023 em Florianópolis, Gabriel Klaussner. Era para estar também o vencedor na Praia da Joaquina, Alex Ribeiro, que acabou sendo substituído por outro paulista, Luan Carvalho. Um dos terceiros colocados no Floripa Pro Etapa Joaquina, Lucas Silveira, também não competiu e várias baterias foram alteradas com as mudanças de nomes.

O surfista que entrou no lugar do Alex Ribeiro, foi quem eliminou o ubatubense Gabriel Klaussner na primeira vitória do Leandro da Silva. Luan Carvalho avançou nessa e também passou em segundo na sua bateria da segunda fase, contra um dos cinco invictos da sexta-feira, Lucas Cainan, do Paraná. Esta foi a penúltima do dia e a última foi vencida por Leandro da Silva, que surfou a melhor onda da bateria para passar em primeiro lugar. O também catarinense Uriel Sposaro acertou um aéreo reverse no último minuto e avançou junto com ele, eliminando o cearense Glauciano Rodrigues.

É sempre bom terminar o dia contente”, disse Leandro da Silva. “A bateria foi dura pra caramba, fiquei na caça de uma onda boa a bateria inteira, mas eu sabia que ela ia vir. O mar tá bem mexido lá dentro, mas ela veio. Eu tava acreditando e veio, então deu tudo certo. Quando deu a regressiva de início, veio uma onda grande ali, acabou que fiz uma manobra só e demorei muito pra voltar. Então decidi escolher o máximo possível pra não errar e peguei a onda certa, então a estratégia funcionou e fico feliz de passar para amanhã”.

DESTAQUES DO DIA – Os catarinenses eram minoria entre os 64 surfistas que já estrearam no São Chico Pro apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes de São Francisco do Sul, mas se destacaram nas ondas da Prainha na sexta-feira. Dos 25 catarinenses que competiram, contra 9 surfistas de São Paulo, 9 do Ceará, 6 do Rio Grande do Sul, 4 do Paraná, 3 do Rio Grande do Norte, 2 da Bahia, 2 de Pernambuco, 2 da Paraíba, 1 de Alagoas e 1 da Argentina, apenas 9 passaram para a segunda fase, mas fizeram os recordes do dia.

O jovem Luã da Silveira atingiu imbatíveis 14,33 pontos com a nota 7,83 da sua melhor onda surfada na sexta bateria do campeonato. Ele depois acabou sendo eliminado na segunda fase, pelo invicto pernambucano Luel Felipe e pelo cearense Thiago Eduardo. Mas, o somatório de Luã da Silveira segue no topo da lista dos maiores somatórios do São Chico Pro 2023. Quem chegou mais perto dessa marca foi Patrick Plachi, que conseguiu a maior nota – 8,17 – e totalizou 13,77 pontos. Outro destaque do primeiro dia foi Gustavo Ramos, com a segunda maior nota, 8,00.

Os dois recordistas de nota vão se enfrentar na última bateria da segunda fase, que ia fechar a sexta-feira, mas foi transferida para o sábado e será a segunda do dia. Patrick Plachi e Gustavo Ramos vão disputar as duas últimas vagas para a rodada dos cabeças de chave, com o gaúcho Giovani da Silva e o ex-top da elite mundial, Wiggolly Dantas. Já a bateria que vai abrir o sábado, às 8h00, será entre os catarinenses Cristyan Silva e Tayron da Silva, o gaúcho Josias Pedrinha e o paraibano Kauã Hanson.

PROGRAMAÇÃO DO FIM DE SEMANA – Logo após estas duas baterias, será iniciada a rodada dos 16 cabeças de chave da FECASURF, estreando contra os 16 classificados na segunda fase. No sábado, também começa a competição feminina do São Chico Pro, com as 24 concorrentes ao título divididas em duas rodadas com quatro baterias. As oito mais bem ranqueadas na FECASURF, formam a lista das cabeças de chave que estrearão na segunda fase. Entre elas, a bicampeã estadual nas duas primeiras edições da história do Circuito Catarinense Profissional Feminino, Tainá Hinckel, que já iniciou a temporada 2023 vencendo a primeira etapa na Praia da Joaquina, em Florianópolis.

A surfista da Guarda do Embaú também vai defender o título do São Chico Pro na Prainha, conquistado no ano passado. No sábado, serão realizadas três rodadas da categoria masculina e três da feminina, definindo as semifinais que vão abrir o domingo decisivo da segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional da FECASURF. A programação é para o último dia começar às 9h00 com a batalha pelas vagas na final feminina. Depois, tem as semifinais masculinas, com as duas decisões dos títulos iniciando as 11h00 e a cerimônia de premiação acontecendo logo após ao meio-dia.

O São Chico Pro 2023 é apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de São Francisco do Sul, com realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), em conjunto com a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e Associação de Surf da Prainha (ASP). A terceira etapa da Taça Brasil da CBSurf que começa na segunda-feira, tem patrocínio da Surfland e Fu-Wax e o evento será transmitido ao vivo pelo site Fecasurf.com.br e pelo canal CBSurfPLAY no YouTube.

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do Circuito FECASURF Pro

JBC Notícias e Assessoria – João Carvalho

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

———————————————————–

RESULTADOS DA SEXTA-FEIRA NO SÃO CHICO PRO 2023:

PRIMEIRA FASE – 3.o=49.o lugar (1.200 pts) e 4.o=65.o lugar (800 pts):

1.a: 1-Wallace Vasco (SC), 2-Luy Arman (RS), 3-Igor Moraes (SP), 4-Petterson Thomaz (SC)

2.a: 1-Weslley Dantas (SP), 2-Wesley Leite (SP), 3-Gustavo Machado (SC), 4-Kayan Medeiros (RN)

3.a: 1-Nacho Gundesen (ARG), 2-Hizunome Bettero (SP), 3-Raoni Rocha (CE), 4-Ricardo Tavares (SC)

4.a: 1-Amando Tenorio (AL), 2-Ricardo Kjelin (RS), 3-Guilherme Santos (SC), 4-Edher Reis (SP)

5.a: 1-Bino Lopes (BA), 2-Thiago Eduardo (CE), 3-Jefferson Duarte (SC), 4-Gustavo Borges (RS)

6.a: 1-Luã da Silveira (SC), 2-Kayki Araujo (BA), 3-Aminandes Pamplona (PR), 4-Alexandre Camargo (CE)

7.a: 1-Lucas Bezerra (CE), 2-Marcio Farney (CE), 3-Cauã Gomes (SC), 4-Julio Cesar (CE)

8.a: 1-Luel Felipe (PE), 2-Douglas Silva (PE), 3-Ronaldo Silveira (SC), 4-Marcel de Rose (RS)

9.a: 1-Felipe Alves (PB), 2-Derek Adriano (SC), 3-Felipe Alberto (CE), 4-Emanuel dos Santos (SC)

10: 1-Leandro da Silva (SC), 2-Luan Carvalho (SP), 3-Gabriel Klaussner (SP), 4-Duda Carneiro (CE)

11: 1-Lucas Cainan (PR), 2-Uriel Sposaro (SC), 3-Arthur Alves (RN), 4-Kaique Timidate (SC)

12: 1-Glauciano Rodrigues (CE), 2-Gabriel Debatim (PR), 3-João Carlos Ely (SC), 4-Netto Moura (SC)

13: 1-Cristyan Silva (SC), 2-Giovani da Silva (RS), 3-Francisco Jara (SC), 4-Noah Machado (SC)

14: 1-Patrick Plachi (SC), 2-Tayron da Silva (SC), 3-Lucas Catapam (PR), 4-Deryck Vitor (RN)

15: 1-Kauã Hanson (PB), 2-Wiggolly Dantas (SP), 3-Diego Rosa (SC), 4-Francisco Laxalde (SC)

16: 1-Gustavo Ramos (SC), 2-Josias Pedrinha (RS), 3-Luciano Brulher (SP), 4-Murilo Brandt (SC)

SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar (1.600 pts) e 4.o=41.o lugar (1.400 pts):

1.a: 1-Wallace Vasco (SC), 2-Wesley Leite (SP), 3-Nacho Gundesen (ARG), 4-Ricardo Kjelin (RS)

2.a: 1-Amando Tenorio (AL), 2-Weslley Dantas (SP), 3-Hizunome Bettero (SP), 4-Luy Arman (RS)

3.a: 1-Douglas Silva (PE), 2-Bino Lopes (BA), 3-Kayki Araujo (BA), 4-Lucas Bezerra (CE)

4.a: 1-Luel Felipe (PE), 2-Thiago Eduardo (CE), 3-Luã da Silveira (SC), 4-Marcio Farney (CE)

5.a: 1-Lucas Cainan (PR), 2-Luan Carvalho (SP), 3-Gabriel Debatim (PR), 4-Felipe Alves (PB)

6.a: 1-Leandro da Silva (SC), 2-Uriel Sposaro (SC), 3-Glauciano Rodrigues (CE), 4-Derek Adriano (SC)

BATERIAS DO SÁBADO NO SÃO CHICO PRO 2023:

08h00: SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar (1.600 pts) e 4.o=41.o lugar (1.400 pts):

7.a: Cristyan Silva (SC), Tayron da Silva (SC), Kauã Hanson (PB), Josias Pedrinha (RS)

8.a: Patrick Plachi (SC), Giovani da Silva (RS), Gustavo Ramos (SC), Wiggolly Dantas (SP)

TERCEIRA FASE – entrada dos 16 cabeças de chave da FECASURF:

———-3.o=17.o lugar (2.000 pts) e 4.o=25.o lugar (1.800 pts)

1.a: Gabriel Junior (SC) e Yuri Gabryel (SC), Wallace Vasco (SC), Weslley Dantas (SP)

2.a: Hedieferson Junior (SC) e Luiz Mendes (SC), Wesley Leite (SP), Amando Tenorio (AL)

3.a: José Francisco (PB) e Fellipe Ximenes (SC), Douglas Silva (PE), Thiago Eduardo (CE)

4.a: Luan Wood (SC) e Ruan Guimarães (SC), Luel Felipe (PE), Bino Lopes (BA)

5.a: Caetano Vargas (SC) e Josmar Junior (SC), Lucas Cainan (PR), Uriel Sposaro (SC)

6.a: Willian Cardoso (SC) e André Luiz (SC), Leandro da Silva (SC), Luan Carvalho (SP)

7.a: Matheus Navarro (SC) e Ramiro Rubim (SC)

8.a: Walley Guimarães (SC) e Bruno Lopes (SC)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 3.a=17.o lugar (2.000 pts) e 4.a=21.o lugar (1.900 pts):

1.a: Kauanny de Souza (SC), Vitoria Carneiro (CE), Mayara Zampieri (SP), Karol Ribeiro (RJ)

2.a: Isabela de Liz (PR), Julia Duarte (RJ), Kyara Antunes (SC), Tais Almeida (RJ)

3.a: Daniella Rosas (PER), Monik Santos (PE), Luara Mandelli (PR), Larissa dos Santos (CE)

4.a: Susã Leal (SC), Kemily Sampaio (SP), Kaylane Antunes (SC), Diana Cristina (PB)

SEGUNDA FASE – entrada das 8 cabeças de chave da FECASURF:

———-3.a=9.o lugar (2.500 pts) e 4.a=13.o lugar (2.250 pts)

1.a: Laura Raupp (SC) e Potira Castaman (BA)

2.a: Kiany Hyakutake (SC) e Maya Carpinelli (SC)

3.a: Tainá Hinckel (SC) e Alma Corgiolu (SC)

4.a: Isabelle Nalu (SC) e Pamella Mel (SP)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

Federação Catarinense de Surf
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00